Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

‘Pane seca’: Roberto Carlos comete infração de trânsito no Rio

Avaliado em 500 000 reais, carro estava sem gasolina e "morreu" no meio da rua, interrompendo o fluxo; cantor não foi multado porque não houve flagrante

Por Cleo Guimarães 23 nov 2021, 16h49

Roberto Carlos cometeu uma infração no domingo (21), ao interromper o trânsito e abandonar seu carro numa rua estreita da Zona Sul do Rio – o veículo “morreu” porque o tanque de combustível estava vazio. Filmado por pedestres, o vídeo viralizou rapidamente nas redes.

A pane seca em si não é considerada uma infração. A penalidade só é aplicada quando, por consequência dela, o veículo coloca a segurança do trânsito em risco ou interrompe o fluxo de veículos – o que ocorreu, como mostram as imagens postadas no fim de semana.

De acordo com o artigo 180 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), trata-se de uma infração média, com multa de 130 reais e perda de quatro pontos na carteira de motorista. Nada disso acontecerá com Roberto Carlos porque não houve flagrante.

Falta de gasolina? Roberto Carlos fica a pé no meio da rua; veja vídeo

A princípio, a assessoria do cantor afirmou que seu carro, um Audi TT conversível avaliado em 500 000 reais, teria sofrido um problema mecânico, que o impediu de seguir viagem (ele deixou o carro na rua e foi “resgatado” por seguranças). Segundo o jornal Extra, no entanto, Roberto contou que não checou o tanque de combustível ao sair de casa, e fez piada para sua equipe: “Quem nunca ficou sem gasolina!?”, disse o cantor, ao se ver obrigado a abandonar o veículo, na Rua Marechal Cantuária, na Urca, bairro onde mora e onde mantém seu estúdio de gravação.

Continua após a publicidade

Publicidade