Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Os repetidos ‘nãos’ de Paulo Gustavo a convites da Globo

Humorista fechou contrato para série na Globoplay, mas tem recusado propostas do canal aberto

Por João Batista Jr. - Atualizado em 3 jan 2020, 15h26 - Publicado em 3 jan 2020, 06h00

Paulo Gustavo já levou 20,5 milhões de pessoas aos cinemas com seus três últimos filmes. Minha Mãe É uma Peça 3, que estreou um dia depois do Natal em mais de 1 300 salas do país, fará a roda girar ainda mais rápido. O longa superou a bilheteria do novo Star Wars. Com tanto cacife, o humorista fechou contrato para levar a história da personagem Dona Hermínia, protagonista da trama em cartaz, para uma série da Globoplay ainda em 2020. Para a Globo, o canal aberto, ele tem dito repetidos “nãos”. A emissora vem tentando levá-lo para novelas e seriados, mas nada vingou, ainda, por falta de tempo e em razão de uma exigência: 100% de autonomia. Ressalve-se que, lá atrás, quando não era ninguém, Gustavo viu as portais globais se fechar sucessivas vezes.

Publicado em VEJA de 8 de janeiro de 2020, edição nº 2668

 

Publicidade