Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

O novo round da guerra Anitta x Bolsonaro nas redes

Cantora rebate críticas do capitão às suas lives sobre política: "Presidente deve ficar no Twitter? Deve ficar disseminando fake news? Não sei"

Por Cleo Guimarães 23 nov 2021, 10h35

Em mais um de seus bate-papos com apoiadores, Jair Bolsonaro voltou a criticar a cantora Anitta e ela, assim como das outras vezes, usou a força de suas redes (só no Instagram são quase 60 milhões de seguidores) para rebater as falas do presidente.

Nesta segunda, Bolsonaro ironizou as perguntas feitas pela funkeira nas lives em que ela e a jornalista e advogada Gabriela Priolli discutem conceitos básicos da política. “Tive o saco de ver uns dez minutos, duas mulheres – podia ser dois homens também – que não sabem nada. Não sabem o que é Poder Executivo. Ela (Anitta) fala: ‘Não existe deputado municipal?’ Essas coisas absurdas. Isso daí não é essa pessoa apenas. É comum”, disse Bolsonaro.

Anitta compartilhou o vídeo e escreveu um texto pequeno – “Mais uma vez ocupado vendo o que eu faço ou deixo de fazer da minha vida” – para, em seguida, postar nos Stories uma série de vídeos em que rebate, sem rodeios, o discurso do político.

“É isso mesmo, presidente. Eu e mais da metade dos brasileiros não sabemos os três Poderes, não sabemos o dever do senhor, que ao invés de estar preocupado com o que eu tô fazendo da minha vida, deveria estar cuidando do país, não é mesmo? Olha os preços de tudo, essa economia que o senhor disse que ia salvar”.

Ela também o recriminou por fazer piada com cidadãos que não entendem de política (ignorância que seria fruto da má qualidade da educação pública brasileira), e disparou: “Muita gente no nosso país não sabe o que deve fazer um presidente. Deve ficar no Twitter? Deve ficar no Instagram? Deve ficar disseminando informações falsas? Não sei. Muita gente não sabe. Eu, como não tive esses ensinamentos na escola, resolvi fazer essas lives. Fiz mais do que o senhor, nesse quesito posso falar”.

 

Continua após a publicidade

Publicidade