Clique e assine com até 92% de desconto
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Michelle Bolsonaro vai à estreia de filme “alvo” de ex-secretária

Protagonista homossexual tornaria longa "inapropriado"

Por João Batista Jr. 28 dez 2019, 09h30

Das voltas a vida dá. Na quinta, 26, a primeira-dama Michelle Bolsonaro esteve ao lado do amigo e maquiador Agustin na pré-estreia fechada para convidados de Minha Mãe é uma Peça 3, estrelado por Paulo Gustavo. O filme mostra a história da célebre personagem Dona Hermínia, interpretada pelo humorista vestido de mulher. O longa estreou em 1 300 salas de cinema do país, número extraordinário para o mercado.

Esse mesmo filme entrou na mira da ex-secretária do Audiovisual Katiane Gouvêa, que ameaçou rever a classificação indicativa de filmes que fossem contrários à linha ideológica do governo de Jair Bolsonaro. Ela disse que tentaria estabelecer novos parâmetros ao ser informada por um representante do setor cinematográfico que o filme Minha Mãe É Uma Peça 3 era recomendado para crianças a partir de 12 anos. Katiane, afastada do cargo, considerou que o fato de o humorista ser homossexual tornava o filme inapropriado para essa faixa etária. “Para nós, a família é constituída por um pai e uma mãe”, disse a ex-secretária, segundo o relato de um executivo que pediu para não ser identificado.

Para entender um pouco do sucesso do filme, a franquia Minha Mãe É Uma Peça lançou em outubro um filtro no Instagram. A ferramenta permite que os usuários façam selfies e Stories com a maquiagem e os bobes característicos da Dona Hermínia. Em três meses, o filtro usado mais de 41 milhões de vezes.

Michelle Bolsonaro está em Brasília, onde deve se submeter à uma cirurgia no no recesso de fim de ano. Detalhes sobre a razão da operação e data não foram divulgados.

Continua após a publicidade
Publicidade