Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Marina Ruy Barbosa: missão, ‘marcar presença’ em Cannes

Sem nenhum filme no festival, ela desfilou para fotógrafos como contratada de uma joalheria europeia

Por Cleo Guimarães Atualizado em 16 jul 2021, 10h50 - Publicado em 16 jul 2021, 06h00

Sem nenhum filme na programação, a missão da atriz Marina Ruy Barbosa, 26 anos, em Cannes era uma só: “marcar presença” como contratada de uma joalheria europeia. Marina fez bonito exibindo as joias de esmeralda e diamantes e devidamente paramentada com um Valentino que oferecia mais transparências do que cobertura. Já na segunda parte do compromisso — uma live ao lado da influenciadora digital Camila Coelho —, ela foi menos feliz. O papo era em inglês, o que Camila, mineira radicada nos Estados Unidos, tira de letra, mas a atriz nem tanto. “Estou nervosa”, confessou, contrita, dando início a quarenta longos minutos de pronúncia claudicante e suspiros profundos entremeando uma conversa que versou sobre joias (claro), cinema (“Sempre amei Julia Roberts e Nicole Kidman”) e — ponto alto da live — a profunda emoção de ver de perto a Palma de Ouro, o prêmio maior do festival.

Publicado em VEJA de 21 de julho de 2021, edição nº 2747

Publicidade