Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Luana Piovani ganha indenização de vereador

Ele alega não ter dinheiro; ela pede penhora de bens e confisco de passaporte

Por João Batista Jr. Atualizado em 10 ago 2018, 18h31 - Publicado em 10 ago 2018, 18h19

Em 2007, o extinto Pânico na TV foi até Jaboticabal para fazer caçoada com Luana Piovani — que cresceu na cidade paulista de 76 000 habitantes. Entrevistado pelo programa, o vereador Pepa Servidone (PPS) propôs jocosamente rebatizar o município de “Luanópolis”. E deu a entender que a atriz renegaria seu passado caipira. Luana, que nunca foi mansa, ficou pos-ses-sa. Processou o vereador por danos morais. Só recentemente saiu a sentença definitiva: 104 000 reais de indenização. O político diz não ter dinheiro para pagar, mas a implacável Luana não quer saber: pediu a penhora de bens e o confisco do passaporte do processado. “Não é sempre que acontece, mas é muito bom surpreender-se positivamente com a Justiça no Brasil”, diz ela.

Publicidade