Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Leticia Colin fez da Cracolândia de São Paulo seu laboratório

Ela é intérprete de uma dependente química em 'Onde Está Meu Coração'

Por Cleo Guimarães Atualizado em 9 abr 2021, 19h53 - Publicado em 9 abr 2021, 06h00

Intérprete de uma dependente química em Onde Está Meu Coração, a atriz Leticia Colin, 31 anos, fez da Cracolândia de São Paulo seu laboratório e mergulhou a tal ponto na personagem que chegou a ser confundida com uma viciada em crack: recebeu esmola e conselhos de um grupo, compadecido com aquela mulher maltrapilha, descalça e machucada. “Ali se vive uma situação de vulnerabilidade extrema e fazer aquelas cenas mudou a minha vida”, diz a atriz sobre a série, que vai ao ar a partir de maio, no Globoplay. Escritos por George Moura e Sergio Goldenberg, os dez episódios trazem ainda Fabio Assunção — em atuação considerada “esplendorosa” — no papel do pai da jovem médica interpretada por Leticia, na sua estreia como protagonista.

Publicado em VEJA de 14 de abril de 2021, edição nº 2733

Publicidade