Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Leilão do Instituto Luisa Mell arrecada 332.000 reais

O maior lance foi por um violão autografado por Rita Lee: 53 000 reais

Por João Batista Jr. - Atualizado em 12 set 2019, 16h41 - Publicado em 12 set 2019, 08h03

O primeiro jantar beneficente em prol do Instituto Luisa Mell aconteceu na noite de quarta, 11, em São Paulo. A cantora Rita Lee foi a convidada e grande homenageada, em uma rara aparição pública desde que decidiu se isolar e viver no mato com marido, Roberto de Carvalho, e seus animais. Rita fez fotos com dezenas e dezenas de convidados. Pudera. Em um evento para celebrar a causa animal, ela é uma referência absoluta no assunto — a frase “eu odeio rodeio” virou um mantra de Rita durante toda a sua carreira.

O leilão com experiências e viagens arrecadou 332 000 reais. O maior lance foi por um violão autografado por Rita: 53 000 reais. A disputa pelo lote foi emocionante, com dois interessados na luta. Até um deles ter a ideia: Rita poderia assinar um segundo instrumento? Ela acenou que “sim”. Total arrecadado: 106 000 reais. Presente ali na celebração, Bela Gil propôs elaborar um jantar na casa da pessoa para 10 convidados — lance arrematado por 18 000 reais.

O dinheiro irá ajudar na construção de um novo espaço. A partir de agora, o Instituto Luisa Mell irá resgatar e cuidar de animais selvagens — sobretudo os abandonados e confinados em circos e zoológicos. Estamos falando de ursos, leões, focas. “Nenhum animal deve servir para entretenimento de seres humanos, essa prática precisa acabar”, disse Luisa no palco.

O jantar foi 100% vegano, assinado pelo bufê Balsâmico, e teve apoio do estilista Amir Slama. O impacto do jantar para 500 pessoas sem carne no cardápio: o equivalente a tirar 2 500 carros de circulação em um dia. Kaká, Isis Valverde, Zé Pedro, Ricardo Almeida, Walério Araújo, Sofia Derani e Mica Rocha foram algumas das pessoas que passaram por lá. O show da Anitta, em versão voz e violão, teve Rita Lee na plateia batendo palmas como uma tiete. E que tiete.

Publicidade