Clique e assine com 88% de desconto
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Helene Christensen, 50 anos, é atacada por usar blusa transparente

A modelo segue estonteante, mas ainda assim caiu na rede dos vigilantes etários

Por João Batista Jr. com Roberta Paduan - 3 maio 2019, 07h00
A dinamarquesa Helena Christensen Broadimage/Shutterstock

A dinamarquesa Helena Christensen deixou sua marca nas passarelas dos anos 80 e 90 com suas curvas estonteantes e ainda estrelou aquele que é tido como o clipe mais sexy da história: Wicked Game, de Chris Isaak (no qual ela rola na areia abraçada a um bofe musculoso). A modelo segue estonteante aos 50 anos, mas ainda assim caiu na rede dos vigilantes etários, que a consideraram “velha demais” para usar a blusa transparente que se vê na foto abaixo. “Chega um ponto na vida em que toda mulher precisa passar o bastão”, escreveu Alexandra Shulman, ex-diretora da Vogue britânica. Helena respondeu à altura: “Não comento sobre seu estilo pessoal porque não é assim que as mulheres tratam outras mulheres”.

 

Publicado em VEJA de 8 de maio de 2019, edição nº 2633

Envie sua mensagem para a seção de cartas de VEJA Qual a sua opinião sobre o tema deste artigo? Se deseja ter seu comentário publicado na edição semanal de VEJA, escreva para veja@abril.com.br
Publicidade