Clique e assine a partir de 8,90/mês
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Gusttavo Lima foi o sertanejo que mais faturou na quarentena

Com patrocínios e merchandising, o cantor embolsa entre 1,5 milhão e 2 milhões de reais por live

Por João Batista Jr. - Atualizado em 24 jul 2020, 10h52 - Publicado em 24 jul 2020, 06h00
GUSTTAVO LIMA. Reprodução/Instagram

O cantor Gusttavo Lima foi o sertanejo que mais faturou durante a pandemia. Ou melhor: foi o que menos perdeu dinheiro, afinal nenhum artista pode fazer show neste período. Precursor das lives pelo YouTube, e depois copiado por todos os seus colegas de ofício, ele fez ao todo cinco apresentações de sua casa. Com patrocínios e merchandising, Lima embolsa entre 1,5 milhão e 2 milhões de reais por apresentação. Seus shows na rede tiveram outro efeito positivo: o de impulsionar ainda mais a execução de suas músicas. O sertanejo foi o artista que mais tocou nas rádios do Brasil no primeiro semestre, somando 1,5 milhão de reproduções.

Publicado em VEJA de 29 de julho de 2020, edição nº 2697

Publicidade