Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Filha de mecânico e costureira, a violonista Gabriele Leite ganha bolsa

Trata-se de um mestrado integral na Manhattan School of Music, em Nova York

Por João Batista Jr. - Atualizado em 26 Jun 2020, 14h49 - Publicado em 26 Jun 2020, 06h00

Nem tudo é má notícia durante a quarentena. Foi neste período de pandemia que a violonista Gabriele Leite recebeu a carta de aprovação de uma bolsa de mestrado integral na Manhattan School of Music, em Nova York, uma das mais prestigiadas do mundo das artes. “Fiquei atônita com a notícia”, diz. Se tivesse de pagar pelo curso de dois anos, precisaria desembolsar 160 000 dólares. Aos 22 anos, Gabriela toca violão desde os 7 — sempre como bolsista de projetos sociais e conservatórios. De 2016 pra cá, ela frequenta o Cultura Artística, de São Paulo, sem desembolsar nem um tostão. “Sou filha de um mecânico industrial com uma costureira, precisei de muita ajuda. Sempre persisti e me dediquei.” Gabriele inicia sua jornada nos Estados Unidos no dia 9 de setembro.

ASSINE VEJA

Wassef: ‘Fiz para proteger o presidente’ Leia nesta edição: entrevista exclusiva com o advogado que escondeu Fabrício Queiroz, a estabilização no número de mortes por Covid-19 no Brasil e os novos caminhos para a educação
Clique e Assine

Publicado em VEJA de 1 de julho de 2020, edição nº 2693

Publicidade