Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Corpo de Tuka Rocha será velado por religioso anglicano

Missa será às 9 horas de terça, 19, no Cemitério do Morumbi

Por João Batista Jr. 18 nov 2019, 16h30

Uma das três vítimas fatais do acidente aéreo ocorrido na quinta, 14, na Bahia, Tuka Rocha será velado às 9 horas de terça, 19, no Cemitério do Morumbi. A família do ex-piloto de Stock Car convidou Aldo Quintão, reverendo da Igreja Anglicana, para celebrar a cerimônia. Com 80% do corpo queimado, Rocha ficou três dias no hospital antes de falecer. Ele foi o único a ter o corpo liberado pelo Departamento de Polícia Técnica, de Salvador. As irmãs Marcela Elias e Maysa Mussi, outras duas vítimas do acidente aéreo, ainda não tiveram os corpos liberados. 

Tuka Rocha tinha 36 anos e tinha um currículo extenso no automobilismo: foi tricampeão brasileiro de Kart e disputou mais de 100 Grandes Prêmios na Stock Car.

O avião bimotor Cessna 550 transportava dez amigos e parentes para um final de semana na Bahia, além do piloto. A capacidade dessa aeronave é justamente de onze pessoas, entre passageiros e tripulantes. Além de Marcela, Maysa e Rocha, estavam a bordo: Eduardo Trajano Elias e Dududinho, de 6 anos (marido e filho de Marcela, respectivamente ), Eduardo Mussi (marido de Maysa e irmão do deputado Guilherme Mussi), Cristiano Rocha, Marcelo Constantino Alves, Marie Cavelan e Fernando Oliveira, além do piloto da aeronave, Aires Napoleão Guerra.

Marcelo Constantino, Eduardo Elias e Duduzinho devem receber autorização para serem transferidos de Salvador para São Paulo nos próximos dias.

 

Continua após a publicidade
Publicidade