Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Bolsonarismo e pouca roupa: o sucesso de Juliana Bonde na internet 

A vocalista de banda de forró virou musa da direita

Por João Batista Jr. - Atualizado em 31 jul 2020, 12h06 - Publicado em 31 jul 2020, 06h00
JULIANA BONDE – Reprodução/Instagram

Vocalista do Bonde do Forró, Juliana Caetano encontrou uma receita para crescer nas redes sociais — e não foi usando apenas sua voz afinada. Na quarentena, a artista investiu em fotos de lingerie e provocações de toda ordem. Na ação de maior sucesso, “recriou” a Banheira do Gugu em uma live, com mulheres lindas pegando sabonete na hidromassagem. A estratégia deu certo. Fazendo tipo de “tolinha” e com um discurso cheio de frases de duplo sentido, ela saiu de 2,5 milhões para 4,7 milhões de seguidores no Instagram. Juliana também virou musa dos conservadores. Ela é uma bolsonarista convicta, com direito a arminha e tudo mais: votou 17 nas urnas e apoia as manifestações a favor do presidente.

Publicado em VEJA de 5 de agosto de 2020, edição nº 2698

Publicidade