Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Gatorade por sonda e pressão baixíssima: o estado de saúde de Asa Branca

Locutor está internado no Icesp, em São Paulo

Por João Batista Jr. - 7 jan 2020, 16h29

Os médicos detectaram a piora do estado de saúde do locutor Asa Branca, internado no Icesp, em São Paulo. A pressão dele chegou a 6 por 4 na madrugada de terça, 7. “Há momentos em que ele vira o olho ou fica com o olhar parado, é muito triste”, conta sua mulher, Sandra dos Santos. Há três dias, antes de ser reinternado, Asa Branca chegou a receber Gatorade por sonda como forma de reanimá-lo. “O Asa estava péssimo, sequer conseguíamos medir a pressão dele.” O locutor altera entre a lucidez e a apatia. Muitas vezes, fala palavras e situações desconexas. Pelo câncer ter tomado a garganta, o esôfago e a língua, Asa Branca tem muita dificuldade em falar. O homem de voz poderosa hoje se comunica por um sopro de voz. Ele também está com pneumonia.

Asa Branca credita seu estado de saúde ao fato de ter torturado e incentivado os maus-tratos de animais ao longo de sua vida como peão e locutor de rodeios.

 

Publicidade