Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

As críticas exageradas a Tata Werneck: “É inacreditável isso”, diz ela

A humorista se viu envolvida em uma cruel polêmica-que-não-­é-polêmica ao aparecer no velório de Paulo Gustavo bem protegida contra o coronavírus

Por Cleo Guimarães Atualizado em 14 Maio 2021, 09h25 - Publicado em 14 Maio 2021, 06h00

Amiga de Paulo Gustavo a ponto de enviar áudios diários mesmo quando o ator estava intubado e inconsciente (“Ele vai gostar de ouvir depois”), Tata Werneck, 37 anos, viu-se envolvida em uma cruel polêmica-que-não-­é-polêmica ao aparecer no velório de Paulo usando duas máscaras, face shield e portando um desinfetante em spray na mão direita. Parte de seus 11 milhões de seguidores no Twitter a acusou de “querer aparecer” na despedida do amigo, morto em decorrência da Covid-19. Ela até bateu boca com a patrulha do figurino, mas depois cansou e decidiu dar um tempo na rede social. “Quem critica a minha proteção, que protege os outros também, só pode ser quem ainda insiste em negar o que está acontecendo. É inacreditável isso”, desabafou a VEJA.

Publicado em VEJA de 19 de maio de 2021, edição nº 2738

Publicidade