Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Aldo Quintão vai celebrar casamento de filho único

Reverendo anglicano já fez mais de 5 000 cerimônias

Por João Batista Jr. - Atualizado em 22 nov 2019, 10h10 - Publicado em 22 nov 2019, 06h00

Verdadeira fábrica de celebrar casamentos, com pelo menos 5 000 no currículo, entre eles o de Silvia Abravanel, o reverendo anglicano Aldo Quintão, de São Paulo, comandará a cerimônia mais tocante de sua vida. Em 18 de janeiro de 2020, ficará sob sua responsabilidade ouvir o esperado “sim” de Leonardo Quintão, seu filho único, e Luísa. “Celebro muitos casamentos porque, ao contrário da Igreja Católica, estendo as mãos a todos: divorciados, ateus, homossexuais…”, afirma Quintão. “Também converso com os noivos antes da cerimônia, para não ficar aquela coisa fria que vemos por aí.” Mesmo no caso de seu filho e da nora, ele diz realizar rodadas de café com ambos para poder contar histórias emocionantes no altar. Os amigos do religioso já fazem uma bolsa de apostas para saber se ele vai chorar. Opinião unânime: derramará lágrimas. Aldo Quintão é casado há mais de três décadas com a psicóloga Ana Paula. “Nós nos conhecemos dentro da Ordem dos Carmelitas, quando eu era seminarista e ela prestava trabalho voluntário.” Engataram um romance após Quintão abandonar tudo três meses antes de virar padre. “Estava cansado de dogmas como condenar o divórcio mesmo no caso de mulheres agredidas pelo marido”, diz.

Publicado em VEJA de 27 de novembro de 2019, edição nº 2662

Publicidade