Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Adele conta suas tristezas e segredos para Oprah Winfrey

A reconciliação com o pai alcoólatra pouco antes de sua morte e a falta do convívio diário com o filho foram alguns dos assuntos abordados na entrevista

Por Cleo Guimarães 16 nov 2021, 15h59

Não há pergunta que não seja feita nem assuntos a evitar por Oprah Winfrey em suas entrevistas. Isso ficou ainda mais claro no encontro da jornalista com Adele no especial ‘One Night Only’, exibido na TV neste domingo (14).

A conversa entre as duas rendeu declarações interessantes e fez parte da estratégia de divulgação do novo disco da cantora britânica, “30”, que será lançado nesta sexta (19). Entre outras revelações, Adele contou ter se reconciliado com o pai alcoólatra, Mark Evans, pouco antes de sua morte, por câncer, no último mês de maio.

Senador Fabiano Contarato: passeio na praia com o filho negro acaba em B.O

“A absoluta falta de presença e interesse do meu pai… Eu finalmente entendi que isso era culpa do álcool. Foi o que tirou o meu pai de mim”, disse a cantora. “Assim que compreendi isso, constatei que tinha muito trabalho a fazer comigo e parei de beber”.

O espantoso racismo à brasileira no velório de Marília Mendonça

Continua após a publicidade

Em entrevistas anteriores, Adele já contou ter sido abandonada pelo pai quando tinha três anos. Ela foi criada pela mãe, mas durante a infância  costumava passar parte das férias no País de Gales com a família paterna. O convívio, no entanto, acabou na adolescência.

O primeiro romance gay de ‘Os Simpsons’ está prestes a ir ao ar

No papo com Oprah, a cantora contou que fez as pazes nos últimos dias de vida de Evans, quando soube pelo próprio que ele não tinha escutado suas músicas por anos, além de “Hometown glory”. “Ele achava que eram muito dolorosas, desligava e não ouvia”, disse.

Um mês antes de sua morte, em abril, Adele tocou o álbum “30” na íntegra para ele, pelo Zoom. “Eu senti aquele enorme buraco sendo preenchido”, contou a Oprah. “Nós nos perdoamos… Encontramos nossa paz juntos, e então toquei o álbum para ele no Zoom”.

A paixão da ficção entre Paolla Oliveira e Maria Fernanda Cândido

O divórcio, a objetificação de seu corpo e a saudade que sente do filho, Angelo, de 9 anos, quando ele passa a semana com o seu ex-marido, Simon Konecki (eles têm a guarda compartilhada do menino), foram outros assuntos abordados na entrevista. “O processo de não poder ver meu filho todo dia não era parte do meu plano quando me tornei mãe”, disse a cantora.

Continua após a publicidade

Publicidade