Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

A praticidade de Jill Biden nos Jogos de Tóquio

Nos quatro dias que passou lá, a primeira-dama praticamente só vestiu um traje novo em folha: o uniforme oficial da delegação

Por Cleo Guimarães Atualizado em 30 jul 2021, 11h31 - Publicado em 30 jul 2021, 06h00

Incentivadora do hábito de repetir roupa, algo não muito comum entre primeiras-damas, Jill Biden, em sua primeira viagem internacional oficial sem o marido, foi a Tóquio bater palmas para as equipes americanas. Pois nos quatro dias que passou lá, praticamente só vestiu um traje novo em folha: o uniforme oficial da delegação. De calça branca, blazer azul-marinho e camiseta estampada com a bandeira dos Estados Unidos, tudo assinado por Ralph Lauren, a doutora Biden, 70 anos, foi aos estádios tristemente vazios para torcer dos camarotes. No mais — em compromissos protocolares —, reciclou vestidos como se não houvesse amanhã, muitos deles exibidos poucas semanas antes, na reunião do G7 no Reino Unido. A impressão que ficou foi de que nem desfez as malas.

Publicado em VEJA de 4 de agosto de 2021, edição nº 2749

Publicidade