Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

A ascensão meteórica de Ana Vilela e do hit ‘Trem-Bala’

"Trem-Bala" é uma das músicas mais pedidas em festas e nas rádios do Brasil

Por Bruno Meier Atualizado em 10 dez 2018, 11h55 - Publicado em 14 Maio 2017, 17h57

Num dia de fossa, a paranaense Ana Vilela, que trabalhava como professora de música para crianças em Londrina, sentou num canto e compôs uma canção. Enviou só para três amigos. Previsivelmente, a gravação foi parar na internet. Trem-Bala bateu 100 000 visualizações no YouTube, sem que se soubesse quem era a autora. “Gravei outro vídeo para mostrar quem era a dona da canção”, diz ela. “Fiquei perdida no começo, sem saber o que fazer”, conta a fã de Maria Gadu, Anavitória, Tiago Iorc e Ed Sheeran. A ascensão da cantora de 19 anos foi rápida: cinco meses. Hoje, ela faz 15 shows por mês. Trem-Bala virou tema de duas campanhas do Dia das Mães e entrou na trilha de Malhação. A mensagem de auto-ajuda do refrão pegou: “Segura teu filho no colo / Sorria e abrace teus pais / Enquanto estão aqui”. A vida, diz a canção, é um trem-bala. Às vezes, o sucesso também é.

Publicidade