Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Vencedores do Emmy 2014

A cerimônia de entrega do prêmio Emmy de 2014 foi realizada na noite de segunda-feira, dia 25 de agosto, trazendo alguma surpresas. A principal delas é a constatação de que a Academia ainda não está disposta a mudar. Premiou Modern Family pela quinta vez consecutiva. Esta e Frasier são agora as únicas séries a ganhar […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 03h12 - Publicado em 26 ago 2014, 02h02
'Breaking Bad' (Fotos: Getty)

‘Breaking Bad’ (Fotos: Getty)

A cerimônia de entrega do prêmio Emmy de 2014 foi realizada na noite de segunda-feira, dia 25 de agosto, trazendo alguma surpresas.

A principal delas é a constatação de que a Academia ainda não está disposta a mudar. Premiou Modern Family pela quinta vez consecutiva. Esta e Frasier são agora as únicas séries a ganhar o Emmy cinco vezes por melhor produção. E se nenhuma comédia conseguir desbancar esta sitcom no ano que vem, ela irá ultrapassar Frasier, se tornando a série mais premiada da história da Academia. O merecimento é questionável. A série é um bom passatempo para quem gosta de ver televisão em um final de noite, mas os roteiros não justificam tantas vitórias. Ela é um porto seguro para os membros votantes, que ainda não estão prontos para olhar para os lados e abraçar o novo. Com isso, continuam apostando no aconchego do conhecido.

A vitória de Breaking Bad fez com que True Detective saísse da cerimônia segurando apenas o prêmio de melhor diretor. Favorita da noite, Breaking Bad se despediu dos fãs em 2013. Apresentando os melhores episódios que uma produção seriada poderia oferecer ao público da televisão (se não contarmos o último episódio), a série conseguiu estabelecer um alto nível de qualidade ao longo de sua trajetória. Prêmio merecido!

Na categoria comédia, o prêmio de melhor ator coadjuvante foi dado a Ty Burrell, por Modern Family. Com cinco indicações por este trabalho, Burrell ganha pela segunda vez. Na mesma categoria, versão feminina, o prêmio ficou com Allison Janney, por Mom. A atriz foi premiada com dois Emmy somente este ano, visto que ela já tinha ganho como atriz convidada por Masters of Sex, na entrega dos prêmios técnicos. Allison soma oito indicações ao Emmy e cinco vitórias. Jim Parsons, de The Big Bang Theory, fez valer a renovação milionária que ele teve de seu contrato ao ganhar o prêmio por melhor ator em comédia pelo segundo ano consecutivo. Com sete indicações ao Emmy, esta é sua quarta vitória. A atriz Julia Louis-Dreyfus levou seu terceiro Emmy consecutivo por Veep. Em sua carreira, ela soma quinze indicações ao prêmio, com cinco vitórias.

Na categoria drama, os prêmios foram para Aaron Paul, Anna Gunn e Bryan Cranston, os três por Breaking Bad. Cranston desbancou o favorito da crítica, Matthew McConaughey (True Detective), se é que se pode dizer isso já que Cranston também era um favorito. Seria muito estranho se Aaron e Anna levassem o prêmio e Bryan ficasse de fora. Mas considerando que True Detective não tinha muitas chances de destronar Breaking Bad, a vitória de McConaughey seria uma compensação a uma bela série da HBO. Com cinco indicações ao Emmy por este trabalho, Aaron leva o prêmio pela terceira vez. Anna foi indicada três vezes, sendo esta a segunda vitória consecutiva. Já Bryan tem um total de nove indicações, com quatro vitórias, todas por Breaking Bad. Ainda na categoria drama, Julianna Margulies foi premiada por seu trabalho em The Good Wife. Indicada dez vezes ao Emmy, a atriz leva a estatueta pela terceira vez (duas por The Good Wife e uma por Plantão Médico).

A cerimônia também trouxe uma boa surpresa: a vitória de Sherlock nas categorias de roteiro e atuações. A série  disputou o prêmio pelo episódio His Last Vow. O produtor e roteirista Steven Moffat subiu ao palco para receber o Emmy pelo roteiro, o qual ele dividiu com Mark Gatiss, que estava na platéia. Esta é a primeira vitória de Moffat em cinco indicações (tanto como roteirista como produtor de Sherlock).

O favorito da noite nesta categoria era o telefilme The Normal Heart, que é uma adaptação de uma peça sobre a epidemia da AIDS na década de 1980. Apesar de ter perdido no roteiro, o telefilme ficou com o Emmy de melhor produção. Geralmente, quando uma minissérie/telefilme se torna favorita em uma premiação (chegando a levar o prêmio de produção), seus atores acompanham, especialmente quando a produção trata de uma questão social importante. Mas este ano, a Academia fugiu à regra e ao invés de premiar os atores de Fargo ou de The Normal Heart, optou por premiar os atores Benedict CumberbatchMartin Freeman, que estrelam Sherlock. Os dois atores não compareceram ao evento. Cada um tem três indicações ao Emmy, com uma vitória cada, esta noite.

Entre as decepções está a vitória de Jessica Lange, por American Horror Story. Ela desbancou a favorita Cicely Tyson, que disputava o prêmio por seu belo trabalho no telefilme The Trip to Bountiful. Fazer o quê? Com seis indicações ao Emmy, esta é a terceira vitória de Lange. Já sua colega em American Horror StoryKathy Bates, levou o Emmy na categoria melhor atriz coadjuvante em minisséries/telefilmes. A favorita da crítica nesta categoria era Allison Tollman (Fargo), embora esta novata tivesse poucas chances de destronar uma das atrizes veteranas de cinema que disputavam este prêmio. Com onze indicações ao longo de sua carreira, Bates leva seu segundo Emmy.

Durante o evento, Julia Louis-Dreyfus achou que Bryan Cranston se parecia com um dos namorados de Elaine em Seinfeld, referência da atriz à participação especial do ator na série da década de 1990. Visto que ela ‘não se lembrava’ que eles chegaram a se beijar no episódio, Cranston agarrou Julia pouco antes dela subir ao palco para receber seu prêmio de melhor atriz, e lhe deu um longo beijo.

Este foi um dos pontos altos da noite. O outro foi a sequência in Memorian, que relembra os profissionais que faleceram entre 2013 e 2014. Este ano, o ator Robin Williams foi o artista que ganhou destaque. Seu amigo e colega Billy Cristal foi quem fez a homenagem. Relembrando alguns dos momentos cômicos de Williams na vida privada, Cristal introduziu um clipe especial com cenas selecionadas de Williams, o qual terminou ao som de um longo silêncio do público presente.

O melhor discurso (de perdedor) da noite vai para Ricky Gervais. Indicado vinte e uma vezes ao Emmy, ele ganhou duas vezes, uma delas pela ótima Extras. A Academia perdeu uma bela oportunidade de premiar o trabalho que o comediante está fazendo com a composição física, emocional e psicológica do personagem Derek, na série do Channel 4, que é exibida internacionalmente pelo Netflix. Mas isto não chega a ser uma surpresa.

Na soma total dos prêmios, Sherlock é o campeão com sete estatuetas, seguindo de Breaking Bad, que conquistou seis. Na sequência estão Saturday Night Live e True Detective, com cinco Emmy; American Horror Story, Cosmos e Game of Thrones com quatro. Fargo, Modern Family, Orange is the New Black e Os Simpsons ganharam três cada. Entre os canais, a HBO é a campeã, com dezenove estatuetas, seguida da CBS e PBS que somam cada uma onze Emmy. A NBC conquistou dez prêmios, a ABC e o FX ficaram com oito cada. O canal Fox, bem como o site Netflix, saíram este ano com sete prêmios. O AMC levou seis; e o Showtime conquistou quatro.

Confiram aqui a lista dos indicados e aqui os episódios pelos quais séries e profissionais disputaram o Emmy. Os vencedores das categorias técnicas estão aqui e meus comentários sobre os principais indicados estão aqui.

Lista dos vencedores do prêmio Emmy, categorias de Séries e Minisséries.

'Modern Family'

‘Modern Family’

Série Dramática
Breaking Bad – AMC

Série Cômica
Modern Family – ABC

Minissérie 
Fargo – FX

Telefilme
The Normal Heart – HBO

Ator de Série Dramática
Bryan Cranston por Breaking Bad – AMC

Ator de Série Cômica
Jim Parsons por The Big Bang Theory – CBS

Continua após a publicidade

Ator de Minissérie ou Telefilme
Benedict Cumberbatch por Sherlock – BBC/PBS

Atriz de Série Dramática
Julianna Margulies por The Good Wife – CBS

Atriz de Série Cômica
Julia Louis-Dreyfus por Veep – HBO

Atriz em Minissérie ou Telefilme
Jessica Lange por American Horror Story – FX

Ator Coadjuvante em Série Dramática
Aaron Paul por Breaking Bad – AMC

Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
Martin Freeman por Sherlock – BBC/PBS

Ator Coadjuvante em Série Cômica
Ty Burrell por Modern Family – ABC

Atriz Coadjuvante em Série Dramática
Anna Gunn por Breaking Bad – AMC

Atriz Coadjuvante em Série Cômica
Allison Janney por Mom – CBS

Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
Kathy Bates por American Horror Story – FX

Roteiro – Série Dramática
Moira Walley-Beckett por Breaking Bad – Eps. Ozymandias – AMC

Roteiro – Série Cômica
Louis C.K. por Louie – Eps. So Did The Fat Lady – FX

Roteiro – Minissérie, Telefilme ou Especial
Steven Moffat por Sherlock – His Last Vow – BBC/PBS

Direção – Série Dramática
Cary Fukunaga por True Detective – Eps. Who Goes There – HBO

Direção – Série Cômica
Gail Mancuso por Modern Family – Eps. Vegas – ABC

Direção – Minissérie, Telefilme ou Especial
Colin Bucksey por Fargo – Eps. Buridan’s Ass – FX

Cliquem nas fotos para ampliar. 

'Fargo'

‘Fargo’

#gallery-1 {
margin: auto;
}
#gallery-1 .gallery-item {
float: left;
margin-top: 10px;
text-align: center;
width: 25%;
}
#gallery-1 img {
border: 2px solid #cfcfcf;
}
#gallery-1 .gallery-caption {
margin-left: 0;
}
/* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */

Continua após a publicidade
Publicidade