Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Tragédia da escola de Columbine pode virar minissérie

O canal Lifetime desenvolve um projeto de minissérie que tem como base os eventos trágicos ocorridos na escola de Columbine em 1999, com base na obra de Dave Cullen, publicada em 2009. Apresentando o ponto de vista de sobreviventes, familiares das vítimas, membros da comunidade e da polícia que atendeu o caso, o livro narra […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 09h36 - Publicado em 4 fev 2012, 12h53

O canal Lifetime desenvolve um projeto de minissérie que tem como base os eventos trágicos ocorridos na escola de Columbine em 1999, com base na obra de Dave Cullen, publicada em 2009.

Apresentando o ponto de vista de sobreviventes, familiares das vítimas, membros da comunidade e da polícia que atendeu o caso, o livro narra a história de Eric Harris e Dylan Klebold, dois jovens que mataram 12 estudantes e um professor, em uma escola de Colorado, cometendo suicídio pouco depois.

A incredulidade da comunidade diante da tragédia poderia ser comparada ao que ocorreu em 1959, no interior do Kansas, quando dois estranhos invadiram a casa de um fazendeiro massacrando sua família.

O caso foi narrado no livro de Truman Capote,  A Sangue Frio, no qual o autor apresenta o choque dos moradores, acostumados a uma vida pacata, frente à um ato de violência irracional. O livro Columbine segue o mesmo caminho.

A grande diferença fica por conta do fato de que os jovens de Columbine faziam parte da comunidade e frequentavam a escola junto com aqueles que eles mataram.

Se produzida, a minissérie será a primeira a dramatizar esta história, que já foi abordada no cinema com filmes como Elefante, de Gus Van Sant, ou documentários como o de Michael Moore, Tiros em Columbine.

A minissérie terá roteiro de  Tommy O’Haver. O canal negocia com Michael DeLuca (O Homem que Mudou o Jogo e A Rede Social), Christine Vachon e Pam Koffler (Mildred Pierce), para assumirem a produção.

Continua após a publicidade
Publicidade