Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Por Onde Andam Aquelas Atrizes Mirins?

Hollywood está cheia de atores infantis que marcam gerações, seja no cinema ou na TV. Boa parte deles encontra dificuldades em migrar para uma carreira adulta. Seja por terem ficado marcados como atores infantis ou por não conseguirem manter um desempenho satisfatório. Mas existe aquela parcela de atores que, ao chegarem à idade adulta, decidem […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 16h35 - Publicado em 5 fev 2011, 14h21

Hollywood está cheia de atores infantis que marcam gerações, seja no cinema ou na TV. Boa parte deles encontra dificuldades em migrar para uma carreira adulta. Seja por terem ficado marcados como atores infantis ou por não conseguirem manter um desempenho satisfatório. Mas existe aquela parcela de atores que, ao chegarem à idade adulta, decidem largar tudo para construírem uma vida ‘normal’. Vamos ver como estão três atrizes que representam essa parcela:

Kristy McNichol – Nascida Christina Ann McNichol, a atriz iniciou sua carreira com onze anos de idade. Participou de um episódio de “O Jogo Perigoso do Amor” antes de integrar o elenco de “Apple’s Way”, produzida entre 1974 e 1975. Criada por Earl Hamner Jr., o mesmo autor de “Os Waltons”, a série apresentava a rotina de uma família vivendo no interior de Iowa.

O sucesso veio com a série “Família”, produção de Aaron Spelling exibida na TV americana entre 1976 e 1980. A série se tornaria uma das primeiras produções sobre relações familiares a explorar abertamente temas tabus como o suicídio infantil, a homossexualidade, adultério, processo de divórcio, disputa por custódia, câncer de mama, a perda da virgindade, processo de adoção, aborto, alcoolismo e a senilidade. Na série, que teve origem em uma minissérie, Kristy interpretou Letícia, chamada de Buddy. Esse seria o nome pelo qual ela seria conhecida durante muitos anos.

Tendo participado de episódios de “A Mulher Biônica”, “O Barco do Amor”, “Starsky & Hutch – Justiça em Dobro”, “Assassinato por Escrito” e “A Super Gatas”, Kristy integrou o elenco de uma nova série em 1988: “Empty Nest”, sitcom na qual interpretou uma das filhas de um pediatra viúvo. Ao longo da produção, Kristy ficou doente, deixando o elenco da série em sua quinta temporada. Ela voltaria apenas para o último episódio em 1995.

Ao longo de sua carreira, Kristy enfrentou problemas relacionados às mudanças drásticas em seu temperamento. Na época em que trabalhou em “Empty Nest”, os problemas se agravaram. Diagnosticada com desordem bipolar, a atriz afastou-se da carreira para se tratar. Ao longo dos anos, fez alguns trabalhos de dublagem e participações especiais. Entre elas, a minissérie “Invasion America “, de 1998, que seria seu último trabalho como atriz.

Kristy afastou-se da indústria alegando nunca ter sido feliz como atriz. Durante algum tempo trabalhou como cabeleireira e como agente imobiliária. Desde 2001 trabalha como professora, dando aulas de interpretação em uma escola. Paralelamente, Kristy dedica-se ao trabalho voluntário. Afastada dos olhares do público desde o final dos anos de 1990, Kristy começou a participar de convenções, que reúnem atores com seus fãs, a partir de 2007. Hoje com 48 anos, não há informações de que a atriz tenha se casado ou tido filhos.

Emily Shulman – A ruiva ficou conhecida como Harriet, a vizinha enxerida de Jamie Lawson em “Super Vicky”, dos anos de 1980. Na época ela tinha apenas oito anos. A série a lançou para o sucesso mas, após cinco anos, a produção foi cancelada, levando Emily a buscar novos trabalhos aos 13 anos de idade. Tendo feito participações em episódios de “Anos Incríveis”, “Alf” e “Hotel”, Emily entrou para o elenco do telefilme “Christy”, com base no livro de Catherine Marshall publicado em 1968.

Na história, situada em 1912, uma jovem de 16 anos deixa sua casa para se tornar professora em um pequeno povoado do Tennessee, onde enfrenta dificuldades e choques culturais. Emily interpretou Ruby Mae, uma das moradoras do lugar. O telefilme foi transformado em série de TV, que teve apenas duas temporadas entre 1994 e 1995. Entre 2000 e 2001 foram produzidos três telefilmes que reuniram o elenco para narrar o que aconteceu aos personagens. No entanto, Emily não retornou. Seu personagem foi interpretado pela atriz Olivia Kelly.

Nesta época, Emily já tinha se afastado da carreira. Trabalhou na Abrams Artists, uma agência de talentos, antes de assumir o departamento comercial da Acme Talent & Literary, outra empresa que representa os interesses de artistas e escritores, com escritórios em Los Angeles e Nova Iorque. Em 2008, ela montou sua própria agência, a Talentworks, em Los Angeles.

Continua após a publicidade

Atualmente com 33 anos, a atriz utiliza o nome de Emily Webster. Casada desde 2002 com Derek Ivan Webster, profissional do ramo editorial, ela vive em Connecticut onde cria seus três filhos: Lasarina Hope, Maev Joy e Colm Ivan. Segundo sua biografia oficial, Emily trabalha como professora de arte dramática do Performing Arts Center of Connecticut e do Odd Fellows Playhouse, em Middletown.

Pamelyn Ferdin – Quando os produtores precisavam de uma menina com rosto de anjo e boa atriz chamavam Pamelyn, que ficou conhecida por suas participações em séries de TV entre as décadas de 1960 a 1970.

Tendo iniciado carreira com apenas quatro anos de idade, Pamelyn foi vista em todos os gêneros e subgêneros: comédia, drama, ficção, faroeste, policial, etc. Entre as séries na qual foi vista estão “Os Monkees”, “Daniel Boone”, “A Feiticeira”, “Gunsmoke”, “A Noviça Voadora”, “Chaparral”, “Um Estranho Casal”, “Baretta”, “Projeto UFO”, “240-Robert” e “Chips”. Talvez a mais cultuada seja sua participação na série “Jornada nas Estrelas”, no episódio “And the Children Shall Lead”.

Mas a atriz não ficou restrita a participações. Pamelyn estrelou a sitcom “Blondie”, produção de 1968 a 1969, com base em personagem dos quadrinhos. Depois veio a sitcom “The Paul Lynde Show”, entre 1972 e 1973. Paralelamente, ela estrelou a série infantil “Lassie”, entre 1972 e 1974.  Sua última série foi “Academia Espacial”, de 1977, ao lado de Jonathan Harris. Ela também é conhecida como Lucy van Pelt, personagem que dublou na série animada “Charlie Brown”.

Pamelyn afastou-se da carreira no início da década de 1980, retornando como dubladora no final da década de 1990 com a série animada “Detention”. Nesse meio tempo, ela foi enfermeira e se tornou uma feroz ativista pelos direitos dos animais.

Segundo a atriz em entrevistas, seu trabalho na defesa dos animais teve início quando, voluntariando em um abrigo de animais, ela viu a forma como cães e gatos de rua eram sacrificados. Determinada a colocar um fim ao que ela chamou de ‘holocausto’, Pamelyn começou a trabalhar em defesa dos animais. Inicialmente salvando cães e gatos, posteriormente, dedicando-se também à luta de preservação de animais selvagens.

Essa atividade a levou a assumir a diretoria do departamento de relações públicas de um centro de controle e cuidados com animais, uma organização sem fins lucrativos que atua em conjunto com o Departamento de Saúde da prefeitura de Nova Iorque. Ela também faz parte do grupo Animal Defense League, em Los Angeles.

Em 2000, a atriz foi presa durante uma passeata de protestos ao tratamento cruel dado a animais de circo. O motivo da prisão seria o fato de Pamelyn carregar consigo um instrumento pontiagudo utilizado para machucar os elefantes durante treinamento para números circenses.

Após servir 30 dias de prisão, Pamelyn voltou a ser detida em mais duas ocasiões. A primeira em 2006, por invadir a propriedade de um dos funcionários da Los Angeles Department Animal Services; a outra em 2008, por atacar membros da Faculdade de Los Angeles pela forma como utilizam os animais em suas experiências.

Em 1986 ela se casou com o cirurgião Jerry Vlasak, que ela conheceu quando trabalhava como enfermeira. Segundo rumores, o casal se divorciou recentemente. Não há informações de que a atriz tenha filhos.

Pamelyn está atualmente com 52 anos de idade. Mais informações e fotos da atriz podem ser encontradas em seu site oficial.
Fernanda Furquim: @Fer_Furquim

Continua após a publicidade
Publicidade