Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Morre o ator Efrem Zimbalist Jr.

Conhecido pelos fãs de séries por 77 Sunset Strip e The F.B.I., o ator Efrem Zimbalist Jr. faleceu no dia 2 de maio, aos 95 anos de idade, de causas naturais. Zimbalist nasceu no dia 30 de novembro de 1918, em Nova Iorque, filho da soprano Alma Gluck e do violinista russo Efrem Zimbalist. Ele estudou na […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 03h56 - Publicado em 3 Maio 2014, 04h08
Zimbalist em 1960 (Foto: Getty)

Zimbalist em 1960 (Foto: Getty)

Conhecido pelos fãs de séries por 77 Sunset Strip e The F.B.I., o ator Efrem Zimbalist Jr. faleceu no dia 2 de maio, aos 95 anos de idade, de causas naturais.

Zimbalist nasceu no dia 30 de novembro de 1918, em Nova Iorque, filho da soprano Alma Gluck e do violinista russo Efrem Zimbalist.

Ele estudou na Yale Drama School, da qual foi expulso por notas baixas. Depois de arranjar um emprego na rede NBC de Nova Iorque, Zimbalist fez um curso na Neighborhood Playhouse, iniciando sua carreira artística logo após a 2ª Guerra Mundial.

No teatro, ele atuou como ator e produtor, chegando a montar espetáculos de ópera na Broadway. No final da década de 1940, ele estreou no cinema, ao lado de Edward G. Robinson, no filme Sangue do Meu Sangue, de Joseph L. Mankiewicz.

O início parecia promissor ao jovem ator mas, em 1950, sua esposa Emily Munroe McNair, com quem se casara em 1941, faleceu vítima de câncer, deixando-o com dois filhos para criar. Zimbalist desistiu da carreira de ator, passando a trabalhar como diretor assistente na escola de música de seu pai. Ele voltaria a atuar em 1954, quando foi contratado para integrar o elenco da novela Concerning Miss Marlowe.

Em '77 Sunset Strip' (Foto:

Em ’77 Sunset Strip’ (Foto: ABC/Arquivo)

Nos anos seguintes, ele teve participações em episódios de diversas séries de TV. Entre elas, Sugarfoot, Maverick, The Alaskans, Bronco, Alfred Hitchcock Hour, A Ilha da Fantasia, O Barco do Amor, Cara ou Coroa/Hardcastle and McCormick, Jogo de Damas/Partners in Crime, Retrato Falado/Cover Up, À Procura dos Amores Perdidos/Finder of Lost Loves, Hotel, Tiro Certo/Hunter, Who’s the Boss?, Assassinato por Escrito, Chefe Burke/Burke’s Law, Nanny, Babylon 5, One West Waikiki, Picket Fences e The Visitor, entre outras. Ele também esteve na minissérie Scruples.

Entre 1958 e 1964, ele estrelou sua primeira série, 77 Sunset Strip, uma produção da Warner Brothers, com quem tinha um contrato de sete anos. Esta era uma série de aventura na qual Zimbalist interpretou Stuart Bailey, um ex-agente do governo que agora atua como detetive particular ao lado de Jeff Spencer (Roger Smith, marido de Ann Margret). Na última temporada, a Warner dispensou todo o elenco, ficando apenas com Zimbalist. Na história, Bailey passa a trabalhar sozinho, viajando pelo mundo (embora a série continuasse a ser filmada nos estúdios da Warner em Los Angeles).

O sucesso da série, vencedora do Golden Globe de 1960, fez a Warner copiar sua fórmula para lançar mais três produções, Hawaiian Eye (1959-1963), Bourbon Street Beat (1959-1960) e Surfside 6 (1960-1962). Para validar a primeira das três cópias, o estúdio fez Zimbalist participar de quatro episódios de Hawaiian Eye, interpretando seu personagem de 77 Sunset Strip.

Continua após a publicidade
Em 'The F. B. I.'

Em ‘The F. B. I.’ (Foto: ABC/Arquivo)

Entre 1965 e 1974, Zimbalist estrelou The F.B.I., inspirada em casos reais investigados pelo órgão do governo. A série teve nove temporadas, ganhando uma nova versão em 1981, com o título Today’s F.B.I., desta vez estrelado por Mike Connors.

Durante a produção de The F.B.I., Zimbalist fez amizade com J. Edgar Hoover, que dava apoio à produção. Após o cancelamento da série, Zimbalist passou a participar de eventos de caridade para levantar fundos para as famílias de agentes mortos em serviço. Ele também narrou diversos vídeos de recrutamento do F.B.I. Em 2009, ele se tornou agente honorário do F.B.I.

Entre 1983 e 1987, o ator fez participações recorrentes na série da filha Stephanie Zimbalist.

Em Jogo Duplo/Remington Steele, ele interpretou Daniel Chambers, mentor de Remington (Pierce Brosnan), um ladrão sofisticado que, acidentalmente, assume a identidade de um famoso detetive particular. No último episódio da série, Remington descobre que Daniel era seu verdadeiro pai.

Zimbalist em 2009

Zimbalist em 2009 (Foto: Getty)

A última série na qual integrou o elenco regular foi Zorro, versão produzida entre 1990 e 1993, na qual ele interpretou Don Alejandro, pai de Don Diego/Zorro (Duncan Regehr). Filmada na Espanha, a série teve quatro temporadas, mas Zimbalist deixou o elenco após a primeira, sendo substituído por Henry Darrow (Chaparral).

Na década de 1990, Zimbalist começou a dublar personagens em série animadas. Entre elas, A Lenda do Príncipe Valente, na qual interpretou o Rei Arthur; Batman, como o mordomo Alfred, e outros personagens; Gárgulas, Homem de Ferro, Homem Aranha e Liga da Justiça, entre outros.

Em 2004, Zimbalist lançou sua autobiografia, com o título de my Dinner of Herbs. Filho de judeus não praticantes, Zimbalist foi educado dentro da fé cristã, sendo que, por nove anos, foi praticante de meditação transcendental.

O ator foi casado duas vezes. Durante sua união com Emily, ele teve dois filhos, Nancy Zimbalist, que faleceu de câncer em 2012, e Efrem Zimbalist III. Em 1956, ele se casou com Loranda Stephanie Spaulding, com quem teve uma filha, Stephanie Zimbalist. Loranda faleceu em 2007, aos 73 anos de idade, vítima de câncer no pulmão.

Continua após a publicidade
Publicidade