Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Mark Hall (1936-2011)

Produtor de séries animadas, Mark Hall faleceu na manhã do dia 18 de novembro, em Manchester, Inglaterra, aos 75 anos, vítima de câncer. Mark conheceu Brian Cosgrove quando frequentava a Manchester School of Art, na década de 1950. Juntos eles trabalharam para a Granada Television. Pouco depois, eles decidiram formar sua própria produtora, a Stop […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 10h08 - Publicado em 19 nov 2011, 11h56

Mark Hall e Brian Cosgrove

Produtor de séries animadas, Mark Hall faleceu na manhã do dia 18 de novembro, em Manchester, Inglaterra, aos 75 anos, vítima de câncer.

Mark conheceu Brian Cosgrove quando frequentava a Manchester School of Art, na década de 1950. Juntos eles trabalharam para a Granada Television. Pouco depois, eles decidiram formar sua própria produtora, a Stop Frame Animations, por volta de 1971.

Em 1976, a empresa foi transformada na Cosgrove Hall Productions. Através dela, a dupla criou e produziu algumas séries animadas que se tornaram clássicas, entre elas, “Danger Mouse” e “Conde Quácula/Count Duckula”.

“Danger Mouse” foi o primeiro sucesso internacional da empresa. Produzida entre 1981 e 1992, com um total de 89 episódios, a série apresentava as aventuras de um rato que atuava como agente secreto, salvando o mundo com a ajuda de seu colega, um hamster.

Continua após a publicidade

A série gerou uma spinoff com o título de “Conde Quácula”, produzida entre 1988 e 1989, com um total de 65 episódios. A história apresentava a vida de um pato vampiro vegetariano que sonhava com a fama e a fortuna.

Outras séries animadas da dupla são “The Wind in the Willows”, “Oh! Mr. Toad” e “Jamie and the Magic Torch”.

Em 2000, Hall e Cosgrove se aposentaram. Pouco depois a empresa foi comprada pela ITV, que a fechou em 2009. Neste mesmo ano, a dupla decidiu voltar à atividade, formando a Cosgrove Hall Fitzpatrick, em parceria com o irlandês Francis Fitzpatrick, com a qual desenvolviam novos projetos.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=x1o9OU6cvXQ&w=620&h=315%5D

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ZyNpvSjXp6M&w=620&h=315%5D

Continua após a publicidade

Publicidade