Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

HBO prepara minissérie sobre o boxeador Jack Johnson

Na década de 1900, Jack Johnson se tornou o primeiro boxeador afro-americano a sustentar o título de campeão mundial de peso pesado. Sua história é marcada por duas uniões com mulheres brancas (em uma época que esse tipo de relacionamento não era aceito pela sociedade) e uma disputa no ringue com James J. Jeffries (chamado […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 06h57 - Publicado em 31 jan 2013, 10h05

Na década de 1900, Jack Johnson se tornou o primeiro boxeador afro-americano a sustentar o título de campeão mundial de peso pesado.

Sua história é marcada por duas uniões com mulheres brancas (em uma época que esse tipo de relacionamento não era aceito pela sociedade) e uma disputa no ringue com James J. Jeffries (chamado de a grande esperança branca). O resultado da luta levou a diversos conflitos raciais em diferentes regiões do país, os quais provocaram a morte de mais de vinte pessoas. Tentando acabar com seu crescente sucesso e sua reputação, o governo buscou diversas maneiras legais para lhe tirar o cinto de campeão.

Interessada em contar a vida de Johnson, a HBO contratou o teatrólogo Beau Willimon (House of Cards) para escrever o roteiro de uma minissérie que será produzida pela Playtone, empresa de Tom Hanks e Gary Goetzman. O número de episódios ainda não foi definido mas, segundo a imprensa americana, deverá ser entre quatro e seis.

O roteiro será uma adaptação da obra de Geoffrey C. WardUnforgivable Blackness: The Rise And Fall Of Jack Johnson, publicada em 2004. Este livro já foi utilizado como referência em um documentário dirigido por Ken Burns para o canal PBS. Talvez em função disso, Burns foi chamado pela HBO para também dirigir a minissérie.

A vida de Johnson já foi retratada em uma montagem da Broadway de 1967, estrelada por James Earl Jones. A peça foi adaptada para o cinema em 1970 com o título de A Grande Esperança Branca, novamente estrelado por Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade