Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Festival Telas oferece séries inéditas para o público brasileiro

Os fãs de séries que gostam de fugir da abordagem tipicamente americana terão a oportunidade de conhecer alguns dos trabalhos que estão sendo feitos em outros países. A primeira edição do Telas – Festival Internacional de Televisão de São Paulo traz em sua programação nove séries inéditas no Brasil. Entre elas, a minissérie The Molanders/Molanders, que terá os dois primeiros […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 19h06 - Publicado em 6 nov 2014, 17h58
'The Molanders'

‘The Molanders’

'Trois Fois Manon'

‘Trois Fois Manon’

Os fãs de séries que gostam de fugir da abordagem tipicamente americana terão a oportunidade de conhecer alguns dos trabalhos que estão sendo feitos em outros países. A primeira edição do Telas – Festival Internacional de Televisão de São Paulo traz em sua programação nove séries inéditas no Brasil.

Entre elas, a minissérie The Molanders/Molanders, que terá os dois primeiros episódios apresentados no Festival. Trata-se de uma dramédia sueca que teve treze episódios exibidos em seu país em 2013. Na história, Olaf (Eric Ericson), um regente de orquestra, e Fanny Molander (Livia Millhagen), uma médica, formam um casal que vive na agitada Estocolmo. Quando Fanny sofre um colapso nervoso, eles decidem se mudar para o interior com os filhos adolescentes, em busca de uma vida mais tranquila. No entanto, cada um começa a se sentir atraído por outras pessoas, o que complica ainda mais a relação dos dois. Os episódios serão exibidos no MIS de São Paulo no dia 7 de novembro das 19h às 21h.

Os dois primeiros episódios de Manon/Trois Fois Manon, minissérie em três episódios exibida pelo canal Arte da França, serão apresentados no dia 9 de novembro, às 19h, também no MIS. Na história, após tentar matar sua mãe, Manon (Alba Gaia Bellugi), uma adolescente de quinze anos, é enviada ao reformatório onde terá que aprender a lidar com o novo ambiente em que vive.

No dia 10 de novembro, às 17h, também no MIS, teremos os dois primeiros episódios da belga Cordon, série que tem dez episódios produzidos para sua primeira temporada, exibida este ano em seu país. Informações sobre o enredo e trailer aqui.

'De Ridder'

‘De Ridder’

Também da Bélgica, De Ridder terá os dois primeiros episódios exibidos no dia 10, às 21h, no MIS. Com vinte e seis episódios produzidos para duas temporadas, a série estreou na Bélgica em 2013. A história acompanha a vida da promotora pública Helena de Ridder (Clara Cleymans) que, semana a semana, luta para cumprir a lei, embora muitas vezes isto signifique que a justiça não prevalecerá.

Outra série belga que faz parte da programação do Festival é Homegrow/Eigen Kweek, que terá os dois primeiros episódios exibidos no dia 11 de novembro, às 18h, no Centro da Cultura Judaica. Esta é uma série que teve cinco episódios produzidos para sua primeira temporada, exibida em seu país em 2013. A dramédia acompanha os altos e baixos da família Welvaert, plantadores de batata que, passando por dificuldades financeiras, encontram a solução de seus problemas quando trocam as batatas pela maconha. A série já foi renovada para sua segunda temporada, que estreia na Bélgica em 2015.

'Eigen Kweek'

‘Eigen Kweek’

No mesmo dia, o Centro Cultural São Paulo exibirá às 19h os dois primeiros episódios de Shtisel, série israelense que teve doze episódios produzidos. A história é uma comédia romântica que acompanha a vida de Shulem (Doval’e Glickman), um viúvo que mora com o filho Akiva (Michael Aloni) em um bairro ortodoxo de Jerusalém. Tendo educado seus filhos rigorosamente dentro das tradições judaicas, Shulem se surpreende ao ver que Akiva se apaixonou por uma viúva, mãe de uma criança, e a filha, abandonada pelo marido, voltou para casa trazendo com ela suas crianças. A tentativa de Shulem de compreender as situações vividas pelos filhos o faz questionar suas crenças e seu estilo de vida.

O mesmo tema, mas seguindo o caminho inverso, é tratado na série Mekimi, produção israelense de 2013, que terá os dois primeiros episódios exibidos no Sesc Consolação, também no dia 11 de novembro, às 20h. Na história, Alma, uma jovem celebridade, se envolve com Ben, um estudante anarquista de cinema. Juntos, eles embarcam em uma jornada espiritual que os leva a conhecer o estilo de vida religioso e ultra-ortodoxo.

Continua após a publicidade

No dia 13, às 15h, no Cine Olido, o Festival apresenta os dois primeiros episódios de The Legacy/Arvingerne, série dinamarquesa que estreia no Reino Unido no dia 26 de novembro. Na história, com a morte da artista Veronika Grønnegårds, seus filhos herdam seus bens. Espalhados pelo mundo, eles se reencontram pela primeira vez para a leitura do testamento. Mas o que parecia ser algo simples e corriqueiro se torna o início de uma jornada na qual segredos e mentiras são reveladas.

'Shtisel'

‘Shtisel’

No mesmo dia, às 20h, no Centro de Cultura Judaica, teremos os dois primeiros episódios de Hostages/Bnei Aruba, série israelense com coprodução da França e da Austrália, que ganhou um remake americano (já cancelado com uma temporada produzida). Na história, a família de uma médica (Ayelet Zurer) é mantida como refém para forçá-la a matar o Primeiro Ministro durante um procedimento cirúrgico.

Entre as séries já conhecidas pelo público brasileiro, o Festival Telas oferece a segunda temporada de Sherlock, episódios de Doctor Who, ambas da Inglaterra, Rectify, dos EUA, e a primeira temporada de Les Revenants, da França. No catálogo de séries brasileiras temos Beleza S/A, Destino SP, Lili a Ex, Amor Veríssimo, Copa Hotel, O Canto a Sereia, O Caçador, Amores Roubados, Fora de Controle (série da Record exibida em 2012), Politicamente IncorretoTrês Teresas, A Segunda Vez, a gaúcha Oxigênioe Gentalha, série do canal TV Brasil estrelada por Fernando Ceylão, interpretando vários personagens.

Além da exibição de programas produzidos para a TV, o Festival também oferecerá um painel sobre séries, com a participação de Paulo Gustavo (Loucos por Séries); João da Paz (Notícias da TV), Simone Miletic (Só Seriados de TV), Michel Arouca e Camila Barbieri (Série Maníacos). O painel será realizado no Centro Cultural São Paulo, no dia 11 de novembro, entre 17h e 19h.

'Mekimi'

‘Mekimi’

A programação do Festival também é composta de séries infantis, animadas, documentários, webséries, curta-metragens e reality shows nacionais e internacionais. O evento será realizado entre os dias 7 e 14 de novembro.

O Festival Telas é uma iniciativa da Converge Comunicações (revista Tela Viva), em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e a SP Cine, com apoio da Secretaria Estadual da Cultura e do Ministério da Cultura.

O evento, patrocinado pela NET, Discovery, Globo, Globosat e Band, tem como parceiros nacionais: Centro Cultural São Paulo, Centro da Cultura Judaica, Cine Olido, Cinemateca Brasileira, FAAP – Fundação Armando Alvares Penteado, MIS – Museu da Imagem e do Som, Praça das Artes, Sesc São Paulo e comKids. Os parceiros internacionais são os festivais FIPA – Festival International de Programmes Audiovisuels e Sunny Side of the Docs, ambos da França, e o Hot Docs, do Canadá.

O Festival tem como objetivo apresentar para o público programas de qualidade que são oferecidos pela televisão nacional e internacional. Por meio do voto dos participantes e de um grupo de jurados, o Festival premiará os melhores programas de TV do Brasil e de mais 18 países.

Com exceção da programação do Centro Cultural e da exibição da segunda temporada de Sherlock, a entrada é gratuita. Os ingressos devem ser adquiridos na bilheteria de cada local uma hora antes da sessão (sujeito à lotação da sala).

Programação completa, com títulos, horários e locais aqui.

Cliquem em algumas das fotos para ampliar.

Continua após a publicidade
Publicidade