Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Entrevista: Abigail Spencer fala de seu personagem em ‘Rectify’, série que estreia no Brasil pelo Sundance Channel

Para aqueles que têm curiosidade de conhecer (ou rever) a série Rectify, o canal Sundance (que estreou no Brasil em novembro pelo Sky) estreia a série em maratona. A primeira temporada, com seis episódios produzidos, será exibida hoje, dia 27 de dezembro, a partir das 17h10. A segunda temporada, com dez episódios, irá ao ar amanhã, […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 15h37 - Publicado em 27 dez 2014, 12h19
S2R-Elenco

Elenco de ‘Rectify’ (Fotos: Sundance TV)

Para aqueles que têm curiosidade de conhecer (ou rever) a série Rectify, o canal Sundance (que estreou no Brasil em novembro pelo Sky) estreia a série em maratona. A primeira temporada, com seis episódios produzidos, será exibida hoje, dia 27 de dezembro, a partir das 17h10. A segunda temporada, com dez episódios, irá ao ar amanhã, dia 28 de dezembro, a partir das 14h.

A história apresenta a trajetória de Daniel Holden (Aden Young), um homem condenado à morte pelo estupro e assassinato de sua namorada. Depois de passar quase duas décadas no corredor da morte, ele é liberado graças às novas evidências de DNA. Por ter passado muito tempo no isolamento, Daniel sente dificuldades de se readaptar à sociedade e à sua família. Em seus primeiros episódios, série não aborda detalhes do caso que levou Daniel para a cadeia. Ela mantém o foco nos personagens e na forma como eles reagem à saída de Daniel da prisão.

Uma das pessoas que mais lutou por Daniel foi sua irmã Amantha, vivida pela atriz Abigail Spencer (Mad Men, Suits). Ela tinha doze anos quando o irmão foi preso. Sempre acreditando em sua inocência, Amantha passou a vida lutando para tirar o irmão da cadeia. Em entrevista ao Nova Temporada, Abigail fala de sua personagem.

Abigail Spencer como Amantha.

Abigail Spencer como Amantha.

NT: Amantha é uma lutadora que acredita cegamente na inocência do irmão. Como você acha que ela reagiria se, no final das contas, descobrissem que Daniel é culpado?

AS: Mas o fato é que ele não é. Ele admitiu algo, mas foi forçado a isso. Acho que é isto que Amantha vem dizendo todo este tempo. Havia outras pessoas envolvidas. A prova mostrou que não era seu DNA. Existem tantas brechas no caso que eu acho que Amantha não acreditaria no contrário.

NT: Um dos relacionamentos que mais chama a atenção do telespectador é o de Amantha e Daniel. A adoração que ela tem pelo irmão chega a ofuscar a relação entre Daniel e sua mãe. Obcecada em ajudar o irmão, Amantha se dedica mais a ele que a própria mãe que, ao longo dos anos, seguiu com sua vida.

AS: É uma observação interessante. Acho que doze anos é a idade na qual você está se tornando uma mulher. Uma protetora. É uma fase na qual a mulher está despertando para todos aqueles instintos selvagens femininos. Amantha e Daniel eram muito próximos. Ela o idolatrava. Mas ela não estava sozinha em sua luta. Seu pai a ajudou nesta batalha. Quando ele morreu, ela continuou carregando esta tocha na sua ausência. Eu acho que, ao longo dos anos, Amantha acabou perdendo a noção de quem ela é.

NT: A relação entre Amantha e a mãe também desperta curiosidades. A filha parece já ter aceito o fato da mãe ter seguido com sua vida, enquanto ela própria parou tudo para ajudar o irmão.

AS:  Acho que esta é uma relação clássica entre mãe e filha. Por vezes terna e amorosa, por vezes desesperadora e frustrante. Amantha e a mãe são opostos polares. Portanto, este pode ser o momento que elas precisam para verdadeiramente se conhecerem. A relação entre uma mãe e uma filha é uma das mais difíceis que existe. Toda aquela energia feminina é assustadora e enigmática. Acho que Janet (J. Smith-Cameron) e Amantha estão mostrando isto lindamente. Espero que exista mais pela frente, adoro trabalhar com a J.

Daniel e Amantha

Daniel e Amantha

NT: Agora que a luta, de certa forma, acabou, Amantha começou a ser questionada sobre seu lugar na família e no mundo. A mãe cobra dela um emprego, e praticamente a afasta de casa.

Continua após a publicidade

AS: Sim, ela vai começar a explorar seu lugar no mundo. A segunda temporada é bem interessante para ela, porque mostra uma luta diferente. É um outro aspecto de seu processo de amadurecimento. Amantha lutou pela liberdade do irmão por muito tempo, agora ela vai ter que olhar para ela mesma. A segunda temporada retrata este momento de passagem.

NT: Uma das pessoas com as quais ela contou com o apoio emocional foi Jon (Luke Kirby), advogado contratado pela família para tirar Daniel da cadeia. Podemos classificar a relação que surgiu entre eles como uma extensão da obsessão que ela tem pelo irmão? ‘

AS: Acho que eles realmente se amam. Mas por ser um relacionamento muito interligado com Daniel, este amor será desafiado agora que o irmão está livre. Acho que eles passarão por um momento muito confuso da vida deles.

NT: A relação de Amantha com seu meio-irmão Ted (Clayne Crawford) também desperta curiosidades. Ele é o homem que ocupou o lugar de Daniel na família e nos negócios. Seria por esta razão que os dois não se dão muito bem?

AS: Acho que Amantha não tem um bom conceito de Ted. Ela não confia nele. Mas acho que eles são muito parecidos em várias maneiras, e esta é a razão pela qual eles não se entendem.

Jon e Amantha

Jon e Amantha

NT: O que você espera que seja a terceira temporada de Rectify, em termos de história?

AS: ​Eu espero que mergulhe ainda mais na vida desses personagens analisando suas vidas e o caso. Espero mais humor negro e interpretações maravilhosas de meus colegas. Este é realmente um grupo incrível de atores. Estes artistas foram magicamente reunidos e eu estou ansiosa pelo que vem por aí.

NT: Você acredita que Rectify pode estimular o surgimento de outras produções com uma narrativa mais introspectiva e contemplativa? Seria possível surgir outras produções neste tom?

AS: Eu sinceramente espero que sim. É uma produção corajosa e totalmente original. Eu adoro o roteiro. Ao ler os episódios posso ver, cheirar, saborear e ouvir cada palavra das páginas. Acho que a série está mostrando que é possível a televisão fazer algo assim. Mas o apoio do público é muito importante, porque mostra para os programadores que, se nos permitirem fazer Rectify, as pessoas assistirão.

Rectify é uma produção da Gran Via Productions em parceria com a Zip Works filmada na Georgia, Estados Unidos. A terceira temporada será exibida em 2015.

Cliquem nas fotos para ampliar. Nos vídeos, trailers da primeira e da segunda temporada.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Cw-TTr3sK8o&w=620&h=330%5D

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=6OxdHYDEvTQ&w=620&h=330%5D

Continua após a publicidade
Publicidade