Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Disputa contratual adia o início da produção de ‘The Big Bang Theory’ em uma semana

Originalmente prevista para iniciar no dia 30 de julho, a produção da oitava temporada da série The Big Bang Theory foi adiada. A princípio, o atraso seria de apenas um dia, depois de dois. Agora o Deadline informa que o início da produção foi adiado em uma semana. Isto significa que a produção da oitava […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 03h22 - Publicado em 1 ago 2014, 15h02

S7TBBT-Elenco3Originalmente prevista para iniciar no dia 30 de julho, a produção da oitava temporada da série The Big Bang Theory foi adiada. A princípio, o atraso seria de apenas um dia, depois de dois. Agora o Deadline informa que o início da produção foi adiado em uma semana. Isto significa que a produção da oitava temporada só começará no dia 6 de agosto… se tudo der certo.

O motivo do atraso é a disputa contratual entre o estúdio e os cinco protagonistas da sitcom.

O contrato de Jim Parsons, Johnny Galecki, Kaley Cuoco, Simon Helberg e Kunal Nayyar expirou no final da sétima temporada. Desde então, as partes vêm negociando um aumento exigido pelos atores, o qual ainda não foi definido. No momento, apenas as atrizes Melissa Rauch e Mayim Bialik têm contrato com a série.

Atualmente, Parsons, Galecki e Cuoco recebem um salário de 350 mil dólares por episódio. Além do salário, eles também recebem  0.25% dos lucros da série, conforme divulgado pelo Deadline. Este valor foi estabelecido em 2010, quando o último contrato foi renovado.

Acredita-se que os atores estejam exigindo um aumento que poderia levá-los a ganhar mais de um milhão de dólares por episódio, bem como uma porcentagem maior no lucro da série. Já os atores Helberg e Nayyar recebem cerca de 100 mil dólares por episódio. Qualquer aumento ainda deixaria os dois com um valor abaixo do trio de protagonistas.

A expectativa do estúdio, da rede CBS e dos fãs é a de que o atraso não chegue a alterar a data de estreia da nova temporada, programada para o dia 22 de setembro, nos EUA, com a exibição de dois episódios, formando uma hora de duração. Geralmente, para que uma nova série ou temporada possa estrear, os produtores precisam entregar um pacote de quatro a seis episódios finalizados, para não correr o risco do canal ficar sem episódio inédito para ser exibido na semana seguinte.

Este atraso na produção não é um evento extraordinário. Na verdade, é muito comum isto acontecer sempre que uma disputa contratual ocorre. Existiram, no entanto, casos extremos, lá atrás, no início da televisão, quando a Warner precisou escalar um novo ator para substituir o protagonista de uma série em função do atraso na produção da nova temporada de Cheyenne. Quando Clint Walker entrou em disputa com o estúdio, este chamou Ty Hardin para interpretar um novo personagem, que comandou a série até as negociações com Walker encerrarem, o que levou uma temporada inteira. Como resultado, o público se afeiçoou ao personagem de Hardin, que ganhou sua própria série.

Uma das produções de maior audiência da TV americana, The Big Bang Theory estaria gerando cerca de 2 bilhões de dólares de lucro na venda do programa para canais internacionais, regionais e outras plataformas, bem como em produtos agregados, conforme divulgado pelo Deadline.

Cliquem na foto para ampliar.

Continua após a publicidade

Publicidade