Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Revenge’ e ‘Cougar Town’ passam pela troca de produtores

Nas vésperas do final de temporada nos EUA algumas séries que já foram renovadas, ou têm potencial de retornar com novos episódios, começam a passar pela troca de produtores. Essa mudança é muito comum, em especial com as séries exibidas na rede aberta. Existem diversos motivos para que uma série perca seu produtor responsável. Um […]

‘Revenge’

Nas vésperas do final de temporada nos EUA algumas séries que já foram renovadas, ou têm potencial de retornar com novos episódios, começam a passar pela troca de produtores.

Essa mudança é muito comum, em especial com as séries exibidas na rede aberta. Existem diversos motivos para que uma série perca seu produtor responsável. Um deles é a decisão do próprio produtor de se afastar da série, seja por motivos pessoais ou profissionais (os quais incluem não ter chegado a um acordo financeiro). O outro motivo é por exigência do canal.

Em termos gerais, quando um canal deseja ver a série seguindo um determinado rumo, ele impõe sua renovação à troca de produtor (no caso dele não se adequar à visão que o canal tem da produção). Um bom exemplo recente é Smash, que só foi renovada para sua segunda temporada depois que ela passou pela troca de produtor responsável, o conhecido showrunner. Ele também pode ser dispensado se, mesmo seguindo a visão que o canal tem da série, não conseguir se adaptar ao estilo de trabalho imposto a ele (leia-se orçamento).

Quando o criador de uma série, que atua também como showrunner, se afasta ou é afastado ele é, por força de contrato, mantido na equipe de produção como supervisor ou consultor. Esta função, geralmente, é meramente figurativa.

Por uma questão de sobrevivência profissional, muitos produtores que tomam a decisão de se afastar de suas criações não revelam ao público a verdadeira razão. Geralmente a justificam como sendo interesse em seguir outros rumos (ir para o cinema, por exemplo) ou desenvolver novos projetos (por vezes para o próprio canal com o qual já trabalham), o que muitas vezes é realmente o caso.

Neste final de temporada, duas séries já tiveram a troca de showrunner anunciada pela imprensa americana. Revenge perdeu seu criador, Mike Kelley, que anunciou seu afastamento no final de abril.

Segundo o Deadline, seu afastamento se deve ao fato de Kelley não ter conseguido chegar a um acordo com a ABC em relação ao número de episódios a serem produzidos por temporada.

O produtor acredita que a trama de Revenge seria melhor desenvolvida se ela adotasse o padrão da TV a cabo de produzir treze episódios por temporada ao invés de esticar situações para preencher 22 episódios. A ABC não aceitou o pedido de Kelley, o que o teria levado a tomar a decisão de não renovar seu contrato.

Ele foi substituído por Sunil Nayar (CSI: Miami, Body of Proof), que nesta temporada atuou como produtor executivo de Revenge. Parece que o contrato de Nayar tem a duração de dois anos. Ele assumirá a nova função com a terceira temporada.

Vale a pena lembrar que Revenge ainda não foi oficialmente renovada. O anúncio deverá ser feito durante o Upfront do canal, que será realizado este mês nos EUA.

Outra série que passa por uma troca de showrunner é Cougar Town, já renovada para sua quinta temporada. Esta é a segunda troca de showrunner pela qual a série passa. Cancelada pela ABC, Cougar Town foi resgatada pelo canal a cabo TBS. Nesta mudança, ela perdeu Bill Lawrence, co-criador e showrunner da série ao longo das três primeiras temporadas. Lawrence se afastou para poder desenvolver novos projetos para a Warner Brothers TV, com quem tem contrato. Ainda assim, ele chegou a produzir alguns episódios da quarta temporada. Seu posto de produtor responsável foi ocupado por Ric Swartzlander, que agora é substituído por Blake McCormick, roteirista e produtor executivo da série.

Me parece que não foi dada nenhuma justificativa à imprensa mas vale a pena lembrar que esta foi a primeira vez que Swartzlander atuou como showrunner. Apesar de estar na TV desde a década de 1990, ele vinha exercendo apenas as funções de roteirista e de produtor executivo. Mesmo quando criou a sitcom Rodney, em 2004, ele não chegou a assumir a função de showrunner da série.

Quando foi escolhido para produzir a quarta temporada de Cougar Town, Swartzlander disse em entrevistas durante o painel do TCA que a TBS tinha lhe pedido para não promover mudanças radicais na estrutura e no rumo da série, ou seja, ele recebeu ordens para mantê-la do mesmo jeito que estava quando exibida pela ABC. Algo que ele parece ter cumprido, dentro das limitações do corte de orçamento que a série sofreu quando passou para um canal a cabo.

Cliquem nas fotos para ampliar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Michelle

    “Quando o criador de uma série, que atua também como showrunner, se afasta ou é afastado ele é, por força de contrato, mantido na equipe de produção como supervisor ou consultor. Esta função, geralmente, é meramente figurativa.”
    Acho que o nome dado para explicar isso é: “ditadura”. Calma aí!Será que estou pensando correto? Os americanos se auto-declaram defensores da democracia…Ops, tem alguma coisa sem sentido acontecendo!!!

    Curtir

  2. Comentado por:

    Rodrigo

    Pelos numeros de faturamento da tv aberta americana parece que eles nao tem dinheiro para pagar caro por algumas series,minha duvida e sobre quem paga elenco e produçao das series,visto que sao orçamentos bem caros.Quem é o dono da ataçao?Quem fatura com a venda da serie para outros canais,paises e em dvd ou outras midias?
    Resposta – Rodrigo, em 2011 publiquei a postagem ‘A quem pertence uma série?’ ( https://veja.abril.com.br/blog/temporadas/televisao/a-quem-pertence-uma-serie/ ). Acredito que suas respostas estejam nessa postagem. Caso ainda tenha dúvidas, entre em contato novamente. Abs.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Rodrigo

    Digo e repito que o seu blog é o melhor blog de series,obrigado Fernanda pela resposta bem escrita e esclaracedora.Quando era mais jovem olhava na banca uma revista chamada TVSERIES e morria de vontade de comprar mas eu nunca tinha grana,como na vida o destino muda tudo entrei no site de Veja e descubro que voce editava a revista que eu sempre quis ter,é uma pena que nosso mercado editorial seja tao limitado e revistas segmentadas sofram com isso porque titulos como a TVSERIES deviam sempre existir,pois nos trazem um jornalismo serio e envolvente.abs e sucesso.
    Resposta – Obrigada Rodrigo!!! Abs.

    Curtir