Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

Porta dos Fundos terá reality no YouTube para encontrar novos talentos

Novos programas originais co-produzidos pela plataforma de vídeo incluem também uma versão internacional da Galinha Pintadinha

Por Raquel Carneiro Atualizado em 2 set 2021, 17h40 - Publicado em 2 set 2021, 10h20

O Porta dos Fundos, em parceria com o YouTube Originals, setor da plataforma de vídeos voltado para produção de conteúdos originais, vai lançar em outubro o reality show Futuro Ex-Porta, com o intuito de encontrar novos talentos da comédia. Ao final, os escolhidos deverão integrar o badalado elenco ao lado de Fábio Porchat, Gregório Duvivier e Antonio Tabet.

O reality foi gravado em um acampamento, onde os participantes foram assessorados por antigos membros do Porta – os quais também serviram como jurados ao final da competição. Serão sete episódios no total. “Sempre soubemos que seria um programa divertido e engraçado, como tudo o que o Porta faz, mas eu não imaginava que seria também muito emotivo”, conta a VEJA Margie Moreno, líder criativa dos originais do YouTube na América Latina.

Margie, que teve uma longa carreira na TV dos Estados Unidos antes do YouTube, adiantou outras estreias nacionais co-produzidas pela plataforma e que chegarão ao país ainda este ano. Na esteira da segunda temporada de Whindersson – Próxima Parada, lançado no último dia 30, o YouTube apresenta em setembro uma nova temporada de episódios da animação Galinha Pintadinha. Dessa vez, o desenho terá no roteiro temas voltados para o desenvolvimento emocional infantil. O fenômeno nacional, que soma mais de 20 bilhões de visualizações em seu canal na rede de vídeos, conta com dublagem em espanhol e inglês, sendo o mercado espanhol o segundo maior depois do português. Em dezembro, a plataforma lança o programa Abre Alas, uma ode às cantoras brasileiras, com a paraibana Agnes Nunes no comando.

  • Outros projetos sobre música nacional e representatividade negra estão previstos para o ano que vem, além de uma série de ficção, a primeira da plataforma no Brasil. “O YouTube tem mais de 100 milhões de usuários brasileiros por mês. É um dos cinco principais países para a plataforma. Estamos investindo uma boa parcela do orçamento mundial no Brasil, pois o potencial local para contar histórias é imenso”, diz Margie.

    Continua após a publicidade
    Publicidade