Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

Hora da verdade: o que será da Globo após o fim do ‘BBB20’?

Com o final do reality show, no dia 27, a emissora poderá se ver diante de um buraco negro em horário estratégico para assegurar a boa fase no horário nobre

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 16 abr 2020, 16h38 - Publicado em 16 abr 2020, 15h51

A partir do próximo dia 27, a Globo terá um escuro e gélido buraco negro em sua programação. A data marca o fim do Big Brother Brasil 20 — inicialmente, a atração acabaria na quinta-feira, 23, encerramento que foi prorrogado pela emissora. Os motivos para os dias a mais podem ser resumidos em uma palavrinha: audiência. Com a pandemia que afetou toda a grade da TV, o BBB20 é o único programa de entretenimento sendo produzido ao vivo pela emissora, e a mais concorrida válvula-de-escape do público atualmente.

Com mais televisores ligados durante o isolamento, o reality show acumula média de 24,63 pontos, o que representa um aumento de 23% em relação ao BBB19. A participação de influenciadores digitais no elenco ainda renovou o público do programa, que conquistou uma maior repercussão nas redes sociais. O paredão entre Felipe Prior e Manu Gavassi bateu recorde de votação, com mais de 1,5 bilhão de votos e refletiu até a polarização política do país.

Com o fim do BBB20, o que será feito dessa faixa estratégica na grade da emissora? A importância do BBB20 não está apenas em seu sucesso em si, mas na capacidade de atrair e fidelizar espectadores para toda faixa noturna, das reprises de novelas às atrações que vêm depois dele. O plano para a substituição dessa peça-chave não é promissor: a emissora anunciou para quinta-feira, 30, a estreia da segunda temporada do insosso reality de culinária Mestre do Sabor.

A disputa de cozinheiros, nos moldes de MasterChef, da Band, e do Cozinha Sob Pressão, do SBT, escorregou no excesso de frufru e pouco tutano em sua primeira fase, só amargando críticas. Para a nova temporada, a emissora anuncia mudanças. Até o momento, porém, a única alteração concreta divulgada pelo canal é a contratação da atriz Monique Alfradique, que dará novo tempero à apresentação do programa, conduzido pelo chef Claude Troisgros. Serão, então, seis pessoas no palco: além da dupla de apresentadores e de João Batista, braço direito de Troisgros, a atração conta com os jurados José Avillez‎, Kátia Barbosa e ‎Leo Paixão.

Mestre do Sabor: nova competição gastronômica da Globo

É injusto esperar que um reality de culinária tenha musculatura para manter nas alturas a audiência do horário conquistada pelo popular BBB. Mas é difícil assimilar que o fraco Mestre do Sabor seja a melhor opção da emissora. A final da primeira temporada do programa deu míseros 17 pontos, se tornando a pior audiência de um título na faixa que vem em seguida da novela das 9 da Globo em 2019.

Outra possibilidade que já tem sido explorada pela Globo é usar mais os conteúdos de sua plataforma de streaming, o Globoplay, como já está acontecendo às terças-feiras. Após a eliminação de um dos participantes do BBB, a emissora transmite um episódio da série de suspense Manifesto: O Mistério do Voo 828. A produção conquistou 21 pontos em seu primeiro capítulo na semana passada, ficando à frente da tradicional Sessão da Tarde e do folhetim das seis, Novo Mundo

Taí um paredão difícil de ser desempatado pela Globo.

 

Continua após a publicidade
Publicidade