Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

“É um novo mundo da Marvel”, diz Owen Wilson sobre a série ‘Loki’

VEJA conversou com o ator Owen Wilson e a atriz Wunmi Mosaku sobre a nova série da Marvel, que estreia nesta quarta-feira, 9, no Disney+

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 9 jun 2021, 19h01 - Publicado em 9 jun 2021, 10h35

Quando você, potencialmente, tem todo o tempo do universo, o que faz? A TVA (Travel Variant Authority, ou Autoridade de Variância Temporal, em português) criou a mais deliciosa e divertida burocracia imaginável, num saboroso novo desdobramento do Universo Marvel. É o cenário perfeito para abrigar a série Loki, cujo primeiro episódio estreia nesta quarta-feira (9), na Disney +. Para entender um pouco mais da série, VEJA conversou por videoconferência com o ator Owen Wilson, que interpreta o agente Mobius, e com a atriz Wunmi Mosaku, que dá vida ao Minuteman da TVA, Hunter B-15 (leia entrevistas ao final do texto).

A série mostra o que aconteceu com o vilão Loki, o deus da trapaça (Tom Hiddleston), após ele pegar o tesseract (traduzindo: um cubo cósmico que abriga uma das joias do Infinito) que caiu no seu pé em uma cena do filme Vingadores: Ultimato (2019). Transportado para um deserto, ele é preso pelos Minutemen da TVA e levado para ser julgado por alterar a Linha Sagrada do Tempo. Confuso? Não tanto. Em um momento de puro deleite, um mascote em formato de reloginho explica tudo didaticamente para Loki, em uma velha televisão dos anos 1980, enquanto Loki pega uma senha, espera na fila, fala com um atendente, assina documentos, enfim, enfrenta uma absurda burocracia até ser, finalmente, julgado. E tudo isso nos minutos iniciais da série.

Quando Loki finalmente é condenado, entra em cena o agente Mobius, que espera usar as habilidades do deus da trapaça para resolver uma misteriosa crise na linha do tempo. A interação entre os dois atores, Wilson e Hiddleston, é mais um trunfo para a série, com inúmeras tiradas divertidas e frases de efeito matadoras. Embora já diga a que veio, o primeiro episódio funciona com uma espécie de introdução ao universo da série Loki. Já no segundo dos seis episódios, que estreia em 16 de junho, somos apresentados ao grande vilão da temporada e entendemos um pouco mais como a TVA pretende combatê-lo. Enquanto isso, há as cenas na sede da TVA, com sua extensa burocracia e processos a cumprir. Tudo o que o deus da trapaça mais odeia. Confira as entrevistas a seguir:

Conversa com Owen Wilson

Owen Wilson como Mobius na série Loki
Owen Wilson como Mobius na série Loki //Divulgação

Loki é um personagem da mitologia nórdica. O senhor já era familiarizado com o tema? A mãe do meu filho de 7 anos é da Suécia. Portanto, eles sabem muito sobre a mitologia nórdica. Então, sim, acho isso interessante. Quando criança, eu ganhei um belo livro dos meus pais sobre os grandes mitos. São ótimas histórias. 

Esta é a sua primeira participação em uma produção da Marvel. O que o fez aceitar trabalhar na franquia? Quando Kate Herron, a diretora da série, me ligou, ela me disse que eles estavam interessados ​​em me usar, e ela meio que explicou a história. E explicou de uma forma tão envolvente, paciente e minuciosa, que parecia um personagem que eu talvez pudesse interpretar. Então, eu disse: vamos lá!

O senhor fez poucas séries de TV. Como está sendo a experiência? Eu realmente não faço distinção. Na verdade, às vezes ainda penso nisso como um filme. Se alguém me perguntar a minha parte favorita dos episódios eu não vou saber em qual episódio aquela cena apareceu. 

Continua após a publicidade

O que sabia do universo Marvel antes de aceitar atuar em Loki? Obviamente que eu estava ciente do enorme sucesso que eles tiveram nos cinemas. São histórias com as quais as pessoas realmente se conectaram. Então, a chance de fazer parte disso e fazer algo que tenha uma base de fãs tão apaixonada foi uma ideia atraente para mim.

Para além do sucesso de público, que pesquisas fez para conhecer todo o universo Marvel e seus personagens? Tom Hiddleston deveria receber muitos créditos pelas aulas que me deu sobre o MCU (Universo Cinematográfico Marvel) e, particularmente, sobre seu personagem. Passei alguns dias com ele repassando as coisas. Isso foi realmente útil.

O que achou do seu personagem e da TVA? Eu gostei até mesmo do figurino que eu uso, o visual que eu tenho nele, e o cenário. Eu achei esse mundo muito interessante. É por isso que assistimos filmes e programas de TV, porque eles são uma espécie de fuga para um novo mundo. E este é um mundo que as pessoas ainda não viram do MCU.

Os desdobramentos da série Loki irão impactar em novos filmes e séries da Marvel, como She-Hulk e Gavião Arqueiro. O senhor vai participar dessas produções? Não sei como vai funcionar. Eu sei que tudo parece ser uma espécie malha, toda interconectada. Os personagens podem se conectar com outra coisa. Eu sou parte do universo agora. Mas vários personagens também já desapareceram.  Como isso tudo se desenvolverá será bem interessante de acompanhar.

Conversa com Wunmi Mosaku

Os atores Owen Wilson (como Mobius) e Wunmi Mosaku (Hunter B-15) em 'Loki'
Os atores Owen Wilson (como Mobius) e Wunmi Mosaku (Hunter B-15) em ‘Loki’ //Divulgação

A senhora fez uma pequena participação em Batman V Superman, da DC. Mas esta é a sua primeira participação grande em uma produção da Marvel. Como é atuar em uma série da Marvel? Foi ótimo. Quero dizer, eu me diverti muito. Foi caloroso, como uma família e todo mundo faz parte dessa família. Foi fácil porque Tom é um grande líder. Todos nós nos sentimos em casa rapidamente.

A Marvel tem personagens negros fortes e importantes. Inclusive o Pantera Negra e o Falcão. Qual é a importância de personagens como esses na luta contra o racismo? Acho que é muito importante ver pessoas de diferentes etnias, tamanhos, gêneros e habilidades em cena. Acho que é muito importante porque eu não era uma grande fã da Marvel até ver Pantera Negra. Vi algo que reflete as ideias e temas que considero importantes. Não apenas mostrar os negros, mas também as mulheres de qualquer etnia e gênero.

O que a senhora sabia sobre o Loki e a mitologia nórdica antes de aceitar fazer a série? Não sabia muito, para ser sincera. Mas eu amo mitologia. Eu estava falando esta manhã sobre mitologia grega e mitologia romana, mas, na verdade, não tinha realmente pesquisado sobre Loki até fazer a série.

+ Ainda não assina Disney+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso exclusivo aos maiores lançamentos da Disney e da Pixar!

Continua após a publicidade
Publicidade