Sensacionalista Por Blog Isento de verdade

Juiz Moro e ministro Moro não estão se falando

A primeira-dama Michelle sugeriu que ele treinasse a linguagem brasileira de sinais, mas ele não pretende se comunicar de forma alguma

Por X - 25 jan 2019, 07h00

Bem que o ministro Moro tem tentado, mas o juiz Moro não retorna seus contatos. No Fórum Econômico Mundial, em Davos, eles se desencontraram. O juiz Moro discursou, impávido, contra a corrupção. A uma distância razoável dali, o ministro Moro, constrangido, driblou a imprensa para fugir do assunto Queiroz. O ministro Moro sabe que não poderá ficar mudo para sempre. A primeira-dama Michelle sugeriu que ele treinasse a linguagem brasileira de sinais, mas ele não pretende se comunicar de forma alguma.

À noite, o juiz Moro, muso da Lava­-Jato, não consegue dormir. O ministro Moro também não consegue. Especialmente por saber que o juiz Moro está chateado com ele, por ter amarrado seu bode onde não devia. Quando consegue dormir, o ministro Moro sonha com o conforto de Curitiba. Um tempo em que ele não existia. Um tempo em que o juiz Moro sonhava com ele. Bons tempos.

Publicado em VEJA de 30 de janeiro de 2019, edição nº 2619

Publicidade