Clique e assine a partir de 9,90/mês
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Currículo de cachorro adotado pela família Bolsonaro também era falso

Carlos Decotelli não foi o único a ter o passado questionado em Brasília

Por Sensacionalista - Atualizado em 3 jul 2020, 12h58 - Publicado em 3 jul 2020, 06h00

Carlos Decotelli não foi o único a ter o passado questionado em Brasília dias atrás. O cachorro adotado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro também mentiu no currículo. “Infelizmente, o late dele era falso”, disse Michelle. O cachorro pertencia a outra família e foi devolvido.

A primeira-dama diz que não sabe como o cachorro entrou no Palácio do Planalto. “Pulou o muro ou entrou voando”, informou. “Igual ao Queiroz.” A família começou a desconfiar que o cachorro não era um Bolsonaro quando ele não se interessou por comer laranjas.

Agora, a família terá apenas um pet chamado Augusto, que mora na sede da Procuradoria-Geral da República.

Publicado em VEJA de 8 de julho de 2020, edição nº 2694

Publicidade