Clique e assine com até 92% de desconto
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Cortar spray de bronzeamento será estratégia para tirar Trump

Em poucos dias, o único líder laranja do mundo desbotaria

Por Sensacionalista Atualizado em 12 nov 2020, 21h06 - Publicado em 13 nov 2020, 06h00

Uma semana após a vitória de Joe Biden na interminável apuração das eleições americanas, já se iniciou a lista de estratégias para tirar o quase-­ex-tomara-God-help-us presidente Donald Trump da Casa Branca. A primeira tentativa, no começo de janeiro, será transferir para outra cidade o único cabeleireiro que sabe lidar com sua franja. Se não der certo, vão esconder seus celulares e dizer que estão todos na Trump Tower, em Nova York. A aposta é que ele não consiga ficar nem dez minutos sem olhar o Twitter.

Há outra medida, mais drástica: cortar o fornecimento do spray de bronzeamento. Em poucos dias, o único líder laranja do mundo desbotaria, entraria em desespero e pediria arrego. Outra opção cogitada por Biden é cercar a sede do executivo com grades, deixar Trump cumprindo as penas que certamente virão por seus crimes e governar de outro lugar.

Publicado em VEJA de 18 de novembro de 2020, edição nº 2713

Publicidade