Clique e assine a partir de 9,90/mês
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Bolsonaro diz que eleição foi fraudada porque nem ele acredita que ganhou

O presidente terminou dizendo que o melhor para o eleitor brasileiro é o voto de papel. Papel de idiota.

Por Sensacionalista - Atualizado em 13 mar 2020, 10h09 - Publicado em 13 mar 2020, 06h00

O presidente Jair Bolsonaro cometeu seu 37º crime de responsabilidade só em uma semana ao questionar as eleições de 2018. Ele disse ter provas de que venceu no primeiro turno. A dúvida surgiu porque Jair não acredita que um deputado com 27 anos de Congresso e só dois projetos aprovados pudesse ter sido eleito.

“Está aqui a prova”, disse, abrindo seu celular. “Esse é um aplicativo que controla as urnas eletrônicas. Eu mando uma mensagem para o Carluxo, e ele dispara robôs de WhatsApp que espalham fake news sobre kit gay, e eu ganho milhões de votos. Está provado que as urnas são manipuláveis.”

Bolsonaro terminou dizendo que o melhor para o eleitor brasileiro é o voto de papel. Papel de idiota.

Publicado em VEJA de 18 de março de 2020, edição nº 2678

Publicidade