Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Bolsonaro compra Centrão e faz garantia estendida

Após enxugar suas lágrimas com 64 pedidos de impeachment, Rodrigo Maia deixou a Câmara pela porta dos fundos (da História)

Por Sensacionalista Atualizado em 4 fev 2021, 13h59 - Publicado em 5 fev 2021, 06h00

Fontes ligadas ao Planalto disseram que um alfaiate foi chamado às pressas no Palácio da Alvorada para aumentar os bolsos dos ternos de Bolsonaro para caber a Câmara e o Senado. Bolsonaro reaqueceu a economia do Distrito Federal ao investir pesado na compra do Centrão com direito a contratar um termo de garantia estendida com validade até 2022.

Após enxugar suas lágrimas com 64 pedidos de impeachment, Rodrigo Maia deixou a Câmara pela porta dos fundos (da História) e passou a presidência da casa para Arthur Lira, aliado do presidente. Maia ainda teve tempo de soltar uma nota de repúdio contra a articulação malfeita por Rodrigo Maia. Depois da vitória do aliado, Bolsonaro foi flagrado urinando de porta aberta num banheiro do Congresso e secando as mãos numa cortina.

Publicado em VEJA de 10 de fevereiro de 2021, edição nº 2724

Publicidade