Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Bolsonaro apaga fotos com Trump do Instagram

Por uma fresta, viu-se o presidente entoando “rasgue as minhas cartas / e não me procure mais”

Por Sensacionalista Atualizado em 17 dez 2020, 20h59 - Publicado em 18 dez 2020, 06h00

Um som abafado tem vindo com frequência do closet presidencial, onde Jair Bolsonaro despacha em boa parte do dia. São músicas. Já se ouviu Nuvem de Lágrimas, de Chitãozinho & Xororó, Essas Nossas Brigas, de Marília Mendonça, e Devolva-me, de Adriana Calcanhoto. Por uma fresta, viu-se o presidente entoando “rasgue as minhas cartas / e não me procure mais” e apagando menções no Twitter ao quase ex-presidente americano Donald Trump. Ao seu lado, um copo de cloroquina com gelo quase vazio.

Bolsonaro finalmente reconheceu a vitória de Joe Biden à Casa Branca quase por último. Deixou na lanterna somente o líder norte-coreano Kim Jong-un. Mas agora sofre uma crise de fidelidade que nem a aglomeração na inauguração de um relógio na Ceagesp, com gritos de “mito”, foi capaz de aplacar. A derrota do mito do mito deixou marcas profundas em seu coração. O Palácio do Planalto já aumentou o abastecimento de lenços de papel.

Publicado em VEJA de 23 de dezembro de 2020, edição nº 2718

Publicidade