Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Rio Grande do Sul Por Veja correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens gaúchos. Por Paula Sperb, de Porto Alegre

Protesto tem funk pró-Lula em ritmo de ‘Vai malandra’, da Anitta

Estratégia do Levante Popular da Juventude é usar ritmos famosos para chamar atenção para o tema

Por Paula Sperb Atualizado em 22 jan 2018, 18h35 - Publicado em 22 jan 2018, 17h22

Músicas em ritmo de funk e rap podiam ser ouvidas na tarde desta segunda no acampamento dos movimentos sociais que fazem a vigília para o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Anfiteatro Por do Sol, em Porto Alegre. Diversos jovens usavam o microfone e percussão para executar as canções com letras de protesto elaboradas pelo Levante Popular da Juventude (LPJ).

Uma das músicas chamava mais atenção de quem circulava pelo acampamento: uma paródia de “Vai Malandra”, da cantora Anitta, sucesso com mais de 155  milhões de visualizações no Youtube. A versão do grupo é uma crítica ao processo contra Lula. “Tá julgando, tá sem prova/Diz que o Lula é ladrão/ Não é não/ Tá pedindo, se prepara/ Vou lançar a reação”, diz a primeira parte da paródia (ver letra da íntegra abaixo).

  • As músicas são criações do núcleo de “agitação e propaganda” do LPJ, explica a educadora Ana Sofia Costa, de 27 anos, do núcleo de comunicação. “Nos reunimos em células que atuam em diferentes territórios”, explica a educadora. Segundo ela, o processo criativo é feito em grupo e tem como objetivo chamar atenção para os temas que mobilizam o Levante. Por isso, um ritmo famoso como “Vai Malandra” ajuda divulgar o protesto.

    “Não só para o Lula, mas para qualquer julgamento, tem que ter provas. Sem provas não se aplica. há mais provas a favor dele do que contra”, opinou Ana Sofia sobre o processo.

    Durante a última semana, o Levante Popular da Juventude juntamente com os jovens da Via Campesina e do Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD) percorreu bairros de Porto Alegre como Humaitá, Lomba do Pinheiro e Cruzeiro para divulgar as ações da vigília em defesa de Lula.

    Letra da paródia

    “Tá julgando, tá sem prova
    Diz que o Lula é ladrão
    Não é não
    Tá pedindo, se prepara
    Vou lançar a reação

    Cê aguenta, tá com medo
    Se escondendo do povão

    Globo mentindo de novo
    Enganando o povo
    Sempre desse jeito
    Trabalhador se ligou
    E tá indo prá luta
    Luta (3x)

    Não vamo aceitar
    Brasil vai parar”

    Vídeo gravado no último sábado (20) na Vila dos Herdeiros, em Porto Alegre

  • Continua após a publicidade
    Publicidade