Clique e assine com até 92% de desconto
Rio Grande do Sul Por Veja correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens gaúchos. Por Paula Sperb, de Porto Alegre

MST montará acampamento para acompanhar julgamento de Lula

Além do acampamento, a Frente Brasil Popular organiza “aula pública” em frente ao TRF4 nesta terça, em Porto Alegre

Por Paula Sperb Atualizado em 19 dez 2017, 07h58 - Publicado em 19 dez 2017, 07h57

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) montará um acampamento em Porto Alegre no próximo mês para acompanhar o julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado a nove anos e meio de prisão pelo juiz Sério Moro. O julgamento do recurso está marcado para 24 de janeiro e será o primeiro da pauta da 8ª turma do TRF4 em 2018, que julga em segunda instância os processos da Lava Jato.
Caso o ex-presidente seja condenado, pode se tornar inelegível. Lula aparece em primeiro lugar nas pesquisas eleitorais mais recentes.

A decisão do MST sobre montar um acampamento na capital gaúcha ocorreu durante o 18º Encontro Estadual, realizado de 13 a 15 de dezembro, em Pontão, na região norte do Rio Grande do Sul com a presença de 800 integrantes do movimento que representam 15 000 famílias. O encontro ocorre a cada dois anos. Para o MST, “eleição sem Lula é uma fraude”.

Além do MST, a Frente Brasil Popular, também irá organizar uma manifestação defendendo Lula. Nesta terça, em frente ao TRF4, será promovida uma “aula pública”.

  • Publicidade