Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amaszonas Paraguay inaugura voos para cidades brasileiras

Primeiro voo da empresa chegou a Porto Alegre, onde avião recebeu o tradicional “batismo”

Os brasileiros têm mais uma opção de empresa aérea para voar, seja a negócios ou turismo. O voo inaugural da empresa aérea Amaszonas Paraguay no Brasil aterrissou em Porto Alegre nesta quinta-feira vindo de Assunção para o tradicional “batismo” da aeronave. A empresa é controlada por três sócios: Air Nostrum, da Espanha, Avmax, do Canadá, e Amaszonas Bolívia, do grupo Amaszonas, que também atua na Argentina, Uruguai, Chile e Peru. A empresa investiu cerca de dois milhões de dólares para sua entrada no Brasil.

Os voos estarão disponíveis a partir deste da próxima semana. Serão três voos diretos semanais da capital paraguaia para a capital gaúcha. Com a nova opção de voo, quem sai do Rio Grande do Sul ao Paraguai não precisará mais fazer escala em São Paulo, por exemplo. O voo entre Assunção e Porto Alegre dura apenas 90 minutos e não é necessário passaporte, segundo o Itamaraty. “Valorizamos o tempo do cliente”, disse a VEJA Romulo Campos, gerente geral da Amaszonas Paraguay.

Além da capital gaúcha, outras cidades brasileiras terão voos diretos para Assunção. As próximas rotas a serem inauguradas são para Curitiba, Campo Grande, Rio de Janeiro e Campinas. A Amaszonas Paraguay já operava voos ao Brasil durante as temporadas de verão com destino a Florianópolis, em Santa Catarina, e a Punta Del Este, no Uruguai. A partir de agora, a empresa terá voos fixos semanais.

“Queremos nos especializar em voos regionais”, disse Campos. O avião modelo Bombardier CRJ200 tem capacidade para 50 pessoas. Com 40% da capacidade ocupada, Campos calcula que os voos serão rentáveis. No serviço de bordo são oferecidos café, água, suco, refrigerante e sorvete.

Em uma simulação feita pela reportagem no site da empresa para voo com partida em Porto Alegre em 30 de dezembro e retorno em 6 de janeiro, o valor de cada trecho, ida e volta, saiu por 365,69 reais – sem as taxas.
Campos estima que o principal público dos voos sejam os “brasiguaios”, os milhares de brasileiros que moram no Paraguai. Negócios e turismo também devem atrair interessados.

De acordo com o cônsul brasileiro em Assunção, José Dornelles, são ao menos 45 000 brasileiros residentes apenas da jurisdição do consulado da capital – há outros cinco consulados e vice-consulados brasileiros no país. De acordo com Dornelles, cerca de 10% dos brasileiros residentes na área de atendimento do consulado são estudantes de medicina.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s