Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Vocês querem exemplo de “ética” na política? Então fiquem com este: petistas derrubam pedido para ouvir Marcos Valério no Senado

Por Gabriela Guerreiro, na Folha. Volto em seguida: Senadores aliados do governo conseguiram impedir nesta terça-feira a convocação do empresário Marcos Valério para prestar depoimento na Comissão de Fiscalização Financeira do Senado. Em maioria na comissão, os parlamentares do PT, aliados com outros governistas, derrubaram requerimento para Valério falar sobre depoimento dado à Procuradoria-geral da República […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 06h41 - Publicado em 12 mar 2013, 18h24

Por Gabriela Guerreiro, na Folha. Volto em seguida:
Senadores aliados do governo conseguiram impedir nesta terça-feira a convocação do empresário Marcos Valério para prestar depoimento na Comissão de Fiscalização Financeira do Senado.

Em maioria na comissão, os parlamentares do PT, aliados com outros governistas, derrubaram requerimento para Valério falar sobre depoimento dado à Procuradoria-geral da República em setembro do ano passado no qual liga o ex-presidente Lula ao esquema do mensalão. No depoimento, o operador do mensalão diz que o ex-presidente sabia da existência do esquema do mensalão e que recursos movimentados por suas empresas teriam custeado despesas pessoais do petista. De autoria dos senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), os parlamentares pediam que Valério fosse convocado para para detalhar do que disse aos procuradores.

Ao perceber que o requerimento seria colocado em votação pelo presidente da comissão, senador Blairo Maggi (PR-MT), os senadores do PT se mobilizaram para comparecer à comissão — esvaziada antes da votação. Com maioria, os governistas derrubaram o requerimento e fizeram críticas à tentativa de convocação de Valério.

“Esse senhor não tem autoridade de seguir mentindo Brasil afora. Se ele quisesse falar a verdade, falaria sobre a origem do mensalão, não o do PT, algo que nunca falou”, disse o senador Jorge Viana (PT-AC), numa referência ao caso do mensalão do PSDB em Minas Gerais, que ainda não foi julgado no STF (Supremo Tribunal Federal).

Irritado com os ataques dos petistas, Aloysio reagiu. “Se o Supremo condenar [tucanos], não vamos passar a mão na cabeça de ninguém. O que queremos é que esse cidadão venha aqui falar sobre irregularidades que teriam acontecido. Ninguém quer questionar o julgamento do Supremo, dizer que foi midiático, nada disso. Apenas queremos esclarecimentos”, disse o tucano.
(…)

Voltei
Não! Não há a menor chance de esses petistas irem parar no Avaaz. Os “financiadores” do site de Pedro Abramovay (ver post anterior) não deixariam.

Continua após a publicidade
Publicidade