Clique e assine a partir de 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

UE obtém acordo em princípio para regras fiscais mais rígidas

No Estadão Online: A União Europeia (UE) alcançou um acordo em princípio sobre regras fiscais mais rigorosas para fazer frente à crise da dívida na zona do euro, afirmou hoje um diplomata. A fonte diplomática explicou, no entanto, que os detalhes do acordo ainda precisam ser desenvolvidos. Reunidos em Bruxelas, os chefes de Estado e […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 31 jul 2020, 09h57 - Publicado em 8 dez 2011, 22h55

No Estadão Online:
A União Europeia (UE) alcançou um acordo em princípio sobre regras fiscais mais rigorosas para fazer frente à crise da dívida na zona do euro, afirmou hoje um diplomata. A fonte diplomática explicou, no entanto, que os detalhes do acordo ainda precisam ser desenvolvidos.

Reunidos em Bruxelas, os chefes de Estado e de governo dos países da UE concordaram com o estabelecimento de um “pacto fiscal” em torno das regras orçamentárias do bloco, disse a fonte. Mas “ainda não foi discutido o formato legal” do acordo, prosseguiu o diplomata.

União Europeia x zona do euro

Ainda nesta noite, fontes do governo da Alemanha disseram que os participantes do encontro de cúpula europeu devem decidir se as novas e mais rígidas normas fiscais que estão sendo propostas vão se aplicar a todos os 27 países membros da União Europeia ou somente aos 17 que integram a zona do euro.

“A cúpula será um sucesso, desde que os 17 avancem. Uma decisão básica será tomada esta noite”, disse um funcionário.

Os chefes de governo dos países da UE iniciaram seu encontro com um jantar em Bruxelas. A cúpula continua nesta sexta-feira e alguns observadores acreditam que ela pode se estender pelo fim de semana. Eles estão discutindo a possibilidade de mudar o tratado de constituição da União Europeia de modo a obrigar os países membros a coordenarem suas políticas fiscais e econômicas.

Um dos obstáculos a um acordo que inclua todos os 27 países membros é a oposição do Reino Unido a mudanças no tratado, a não ser que o país obtenha concessões em algumas áreas.

Continua após a publicidade
Publicidade