Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Tarso, Tarso, “quae te dementia cepit?”

Tarso Genro ainda não decidiu se tenta amarrar o cavalo no obelisco ou se acata a democracia. Hoje ele saiu denunciando o golpismo das oposições. Como assim? É que o Tribunal Superior Eleitoral já notificou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que apresente sua defesa no caso do dossiê fajuto. As oposições pediram […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h10 - Publicado em 26 set 2006, 19h31
Tarso Genro ainda não decidiu se tenta amarrar o cavalo no obelisco ou se acata a democracia. Hoje ele saiu denunciando o golpismo das oposições. Como assim? É que o Tribunal Superior Eleitoral já notificou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que apresente sua defesa no caso do dossiê fajuto. As oposições pediram que seja investigada a atuação do Apedeuta e do ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, no imbróglio. Também terão de se explicar o presidente do PT, Ricardo Berzoniev (que Lula diz ser o culpado de tudo), Gedimar Pereira Passos, Valdebran Padrilha e Freud Godoy. Quando todos forem notificados, começa a correr o prazo de 10 dias para a apresentação da defesa — que ocorrerá só depois de 1º de outubro. Se o TSE chegar à conclusão de que a sujeira passou pela cúpula do governo, com o conhecimento de Lula, ele pode ter impugnada a sua candidatura e, pois, perder o mandato se reeleito. É justamente a isso que Genro chama “golpe”. No caso, vejam vocês, seria um golpe desfechado, então, pelo TSE. Aliás, com sua retórica, é justamente ali que ele pretende amarrar o seu cavalo. Trata-se de um discurso de intimidação. A Constituição — e tudo o que a ela se subordina, incluindo o TSE — é maior do que o resultado das urnas, submetidas ao mesmo aparato legal. Ah, Tarso, Tarso, “quae te dementia cepit?”, se me permitem algum Virgílio… Que loucura o tomou, senhor? No dia 19 de janeiro de 1999, transcorridos 19 dias da posse de FHC do segundo mandato, este senhor escreveu um artigo, em nome do petismo, cobrando a renúncia do tucano e a convocação de eleições gerais. Por quê? Alguma evidência de roubalheira ou de golpe eleitoral? Não! Tarso estava descontente com a desvalorização do real… Amarrava o seu cavalo no obelisco da insensatez.
Publicidade