Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sigilo fiscal de genro de Serra também foi violado com procuração falsa, diz PF; Receita Federal mentiu

Leram o título? – então vamos avisar os “inteliquituais” independentes; – então vamos avisar os jornalistas outroladistas, que vêem exagero de Serra ao protestar contra as violações; – então vamos avisar a Marina Silva, que reclama das “milhares” de violações para tentar , assim, retirar o caráter persecutório, político, da ação. Leiam o que informa […]

Leram o título?
– então vamos avisar os “inteliquituais” independentes;
– então vamos avisar os jornalistas outroladistas, que vêem exagero de Serra ao protestar contra as violações;
– então vamos avisar a Marina Silva, que reclama das “milhares” de violações para tentar , assim, retirar o caráter persecutório, político, da ação.

Leiam o que informa Fausto Macedo, no Estadão Online:
A Polícia Federal constatou em investigação sobre a quebra de sigilos na Receita Federal que o genro do candidato José Serra, o empresário Alexandre Bourgeois, teve seus dados fiscais acessados com uma procuração falsa apresentada por Antonio Carlos Atella Ferreira.

Atella deu entrada com a procuração na delegacia da Receita Federal em Santo André no dia 29 de setembro de 2009, mesmo dia em que pediu acesso aos dados fiscais de Verônica Serra, também com procuração falsa.

A descoberta da PF desmente versão da Receita Federal, que também investiga o caso por meio de sua Corregedoria, que afirmou ontem que haviam sido acessados apenas os dados cadastrais de Bourgeois na agência de Mauá, e não os dados fiscais do empresário.

Voltei
Lembram-se de Renato Janine Ribeiro, aquele que ganha dinheiro do estado — é professor da USP — para ensinar ética? Pois é. Em artigo publicado na Folha, tentou evidenciar que o tal Atella não tem vínculo com o PT e que não havia evidência de direcionamento político nas invasões de sigilo. Eis aí.

O sujeito é pago pelo estado para, livremente, dar aula de ética. Mas subordina o seu pensamento aos interesses de um partido. Essa é a liberdade deles, é a ética deles.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s