Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reservas 1 – Ex-secretário dos EUA propõe aplicar melhor a dinheirama

No Estadão deste domingo: A maior parte dos economistas não vê grandes riscos no curto prazo para a economia global, em razão do imenso acúmulo de reservas pelos emergentes. Mas uma questão que vem sendo crescentemente debatida é até que ponto esses países estão tirando alguma vantagem desse circuito financeiro. Em um famoso discurso no […]

No Estadão deste domingo:

A maior parte dos economistas não vê grandes riscos no curto prazo para a economia global, em razão do imenso acúmulo de reservas pelos emergentes. Mas uma questão que vem sendo crescentemente debatida é até que ponto esses países estão tirando alguma vantagem desse circuito financeiro. Em um famoso discurso no BC da Índia em março de 2006, o economista Lawrence Summers, ex-secretário do Tesouro americano e ex-reitor da Universidade Harvard, estimou que as reservas dos países emergentes além do nível necessário somavam US$ 1,5 trilhão em meados de 2005. Ele frisou que já estava usando um critério exagerado do que era “o nível necessário”, definido como duas vezes mais do que as dívidas de curto prazo dos países.Segundo Summers, se as reservas dos emergentes fossem investidas em projetos internos de infra-estrutura ou aplicadas de forma mais diversificada no mercado internacional, o ganho para aqueles países poderia atingir US$ 100 bilhões por ano. Ele cita uma observação de Dani Rodrik, outro economista de grande prestígio mundial, de que aqueles ganhos com melhor aplicação das reservas são comparáveis ao que se espera de uma hipotética conclusão bem-sucedida da Rodada Doha de liberalização comercial.Summers nota que, quando as reservas estão em um nível que representa um seguro contra crises financeiras, faz sentido que sejam aplicadas em ativos, os mais líquidos e seguros possíveis – tipicamente, títulos do Tesouro americano de baixa rentabilidade. Mas, quando estão muito acima do nível de segurança, o natural é que se busque aplicações mais rentáveis.
Assinante lê mais aqui
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s