Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Polícia Federal investiga caixa de campanha de Ciro Gomes

No Estadão deste domingo: A Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU) estão investigando suspeita de fraude no Banco do Nordeste envolvendo um aliado e responsável pela arrecadação de recursos para a campanha do deputado e ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes (PSB-CE) e de seu irmão, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 20h21 - Publicado em 30 set 2007, 09h04
No Estadão deste domingo:

A Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU) estão investigando suspeita de fraude no Banco do Nordeste envolvendo um aliado e responsável pela arrecadação de recursos para a campanha do deputado e ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes (PSB-CE) e de seu irmão, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), segundo reportagem publicada na edição da revista Época desta semana. Victor Samuel Cavalcante da Ponte, diretor de Administração do Banco do Nordeste, teria assinado um acordo que beneficiou a empresa Frutas do Nordeste do Brasil (Frutan), informa a reportagem. De maneira irregular, informa a publicação, uma dívida da Frutan com o Banco do Nordeste teria sido reduzida de R$ 65 milhões para R$ 6,6 milhões. Segundo a Época, o diretor não tinha competência funcional para assinar o acordo e a redução da dívida teria desobedecido a uma proibição expressa da Advocacia-Geral da União (AGU). O entendimento entre o banco e a empresa não poderia ter sido feito fora da Justiça porque envolveria recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento do Nordeste, criado para financiar projetos na região.
Assinante lê mais aqui

Publicidade