Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Pesquisa Ibope-Globo — BH: João Leite tem 33% e Kalil, 22%

Tucano ganharia no segundo turno, indica pesquisa

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 21h51 - Publicado em 14 set 2016, 21h58

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (14) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Belo Horizonte:

– João Leite (PSDB) – 33%

– Alexandre Kalil (PHS) – 22%

– Luis Tibé (PTdoB) – 5%

– Délio Malheiros (PSD) – 4%

– Eros Biondini (PROS) – 4%

– Reginaldo Lopes (PT) – 3%

– Rodrigo Pacheco (PMDB) – 3%

– Marcelo Álvaro Antônio (PR) – 2%

– Maria da Consolação (PSOL) – 1%

Continua após a publicidade

– Sargento Rodrigues (PDT) – 1%

– Vanessa Portugal (PSTU) – 1%

– Branco/nulo – 14%

– Não sabe/não respondeu – 7%

No levantamento anterior, realizado pelo Ibope, entre os dias 18 e 21 de agosto, João Leite tinha 21%, seguido por Alexandre Kalil (11%), Luis Tibé (6%), Eros Biondini e Vanessa Portugal (5%), Délio Malheiros, Maria da Consolação, Reginaldo Lopes e Sargento Rodrigues (3% cada), Marcelo Álvaro Ântonio e Rodrigo Pacheco (2% cada). Brancos e nulos eram 20% e não souberam ou não responderam eram 16%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.

O Ibope ouviu 1.001 eleitores entre os dias 10 e 13 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o protocolo MG-07366/2016.

Segundo turno

O Ibope também simulou o segundo turno com os nomes dos dois primeiros colocados na pesquisa. João Leite teria 44% e Kalil teria 29% das intenções de voto. Votos brancos foram 18%. Não souberam responder, 9%.

Rejeição

O Ibope também apontou a rejeição dos candidatos. A maior rejeição é a Alexandre Kalil (28%). Na sequência, aparecem João Leite (20%), Vanessa Portugal (19%), Luis Tibé e Reginaldo Lopes (18% cada), Délio Malheiros (16%), Maria da Consolação (15%), Eros Biondini e Sargento Rodrigues (14% cada),  Marcelo Álvaro Antônio e Rodrigo Pacheco (11% cada).

Continua após a publicidade
Publicidade