Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pede pra sair, Eduardo Azeredo!

Por Thiago Guimarães, na Folha deste domingo: Auditorias da Secretaria da Fazenda de Minas, feitas de 1997 a 2000 e que examinaram os gastos de publicidade do governo do tucano Eduardo Azeredo (1995-1998), apontaram despesas irregulares de R$ 9,97 milhões -entre os quais prevalecem pagamentos às agências SMPB e DNA, de Marcos Valério. O prejuízo […]

Por Thiago Guimarães, na Folha deste domingo:

Auditorias da Secretaria da Fazenda de Minas, feitas de 1997 a 2000 e que examinaram os gastos de publicidade do governo do tucano Eduardo Azeredo (1995-1998), apontaram despesas irregulares de R$ 9,97 milhões -entre os quais prevalecem pagamentos às agências SMPB e DNA, de Marcos Valério. O prejuízo ficou em aberto na contabilidade estatal de 2000 a 2004, quando, já no governo Aécio Neves (PSDB), foi reduzido a R$ 1,5 milhão, por conclusão de inspeção do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de Minas, confirmada pela Auditoria Geral do Estado. A pendência ainda depende de julgamento definitivo do TCE-MG, tribunal que tem entre seus sete conselheiros dois ex-deputados beneficiados (segundo a Polícia Federal) por recursos do valerioduto tucano, um ex-líder do PSDB na Assembléia e a mulher de Clésio Andrade (ex-vice de Aécio e ex-sócio de Valério).
Assinante lê mais aqui

Azeredo fala
Na Folha deste domingo:
O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) afirmou, por e-mail, que os gastos de publicidade de sua gestão em Minas “eram geridos por setores específicos e autônomos do governo”. Na mesma linha, apontou autonomia do setor financeiro de sua campanha à reeleição ao governo em 1998 ao negar participação no suposto esquema do valerioduto tucano.
Assinante lê mais aqui

Voltei
Ainda que houvesse uma armação contra Azeredo, a sua resposta é de amargar. Isso ele também não sabia? Ignorava como seu governo tocava as questões de publicidade e, depois, na tentativa de reeleição, ignorava o que fazia o chefe de campanha? Era governador de Minas ou rainha da Inglaterra? Azeredo faria um bem enorme ao país — porque seria um bem às oposições — se renunciasse. Vamos ser realistas. Ele está liquidado também em Minas. Eu conheço as desculpas: ele não sabia da lambança. É fim de carreira quando a pessoa acha que parecer idiota é melhor do que parecer malandro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s