Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PC do B, PT, PSB, CUT e UNE fazem o que nem a China faz: dão irrestrito apoio à Coreia do Norte e acusam a do Sul e os EUA de “belicistas” Não veremos modelos bonitinhas dando beijinho na boca? Ah…

A Coreia do Norte tem só um aliado importante: a China. Pois o presidente chinês, Xi Jinping, ficou com o saco cheio de Kim Jong-un, o anão taradinho norte-coreano que quer brincar de jogos de guerra. E mandou um recado: “Nenhum país tem permissão para jogar uma região, e o mundo inteiro, no caos para […]

A Coreia do Norte tem só um aliado importante: a China. Pois o presidente chinês, Xi Jinping, ficou com o saco cheio de Kim Jong-un, o anão taradinho norte-coreano que quer brincar de jogos de guerra. E mandou um recado: “Nenhum país tem permissão para jogar uma região, e o mundo inteiro, no caos para ganho próprio, por egoísmo”. Os chineses, como se sabe, votaram a favor de sanções contra a Coreia do Norte por causa de um teste nuclear. Kim Jong-un passou, então, a ameaçar com um ataque nuclear a Coreia do Sul, o Japão e os próprios EUA. Especula-se que eles tenham mísseis que podem alcançar a base americana na ilha de Guam, no Pacífico. Então ficamos assim: a China, que é a China, reconhece a Coreia do Norte como o agente provocador.

Mas vocês sabem, né? Os chineses já são impuros. Não são mais comunistas como antigamente. Pensam demais em negócios. Quem quiser comunismo de verdade, autêntico, ortodoxo, tem é de procurar no Brasil. É bem verdade que os nossos comunas gostam mesmo é de emprego público, dinheiro desviado de ONG, de ficar de papo pro ar e, de vez em quando, vaiar o Marcos Feliciano lá na Câmara… Mas eles conservam a pureza revolucionária.

Vejam bem! Até Fidel Castro, o Coma Andante, lá das catacumbas, emitiu um sinal de preocupação com a tensão na península coreana. E nem atacou os EUA. Pediu calma! Mas Fidel também não é mais o mesmo. Sabem como é… Na situação em que está, deve ter começado a fazer um hedge com o Altíssimo, né? Vai que Deus exista e que as almas tenham de responder pelas misérias que fizeram cá na terra. Fidel tem pelo menos 100 mil mortos nas costas. Não deve ser fácil se despedir desse mundo com essa consciência íntima. Então preferiu, desta feita, apenas pedir a paz.

Como Chávez acabou de chegar ao Céu Bolivariano, quem haveria de sair em defesa da Coreia do Norte, atacando os EUA e a Coreia do Sul? Ora, o PC do B, o mesmo partido que, em dezembro do ano passado, quando Kim-Jong-Il (pai de Kim Jong-un) morreu, publicou um texto exaltando a “prosperidade” da Coreia do Norte — que conheceu casos de canibalismo na área rural em razão da fome. Lembro um trechinho:
“Durante toda a sua vida de destacado revolucionário, o camarada Kim Jong Il manteve bem altas as bandeiras da independência da República Popular Democrática da Coreia, da luta anti-imperialista, da construção de um Estado e de uma economia prósperos e socialistas, e baseados nos interesses e necessidades das massas populares.”

Publiquei, então, uma foto de satélite que evidencia a prosperidade norte coreana. Vejam aqui.

Acima, vocês veem as duas Coreias à noite. A parte iluminada é a do Sul; aquele negrume noturno é a do Norte. Coisa linda! É um país que escolheu a economia de baixo carbono!!! Os nossos ecologistas iriam a-mar!!! O avô, o pai e o neto fizeram, por meio da ditadura, o que Marina adoraria fazer no Brasil por meio da democracia, hehe (ao menos isso…).

O manifesto
Pois bem… No dia 2 — desculpem o atraso em relação às ações promovidas pela vanguarda revolucionária brasileira —, o PC do B resolveu lançar um manifesto em defesa da Coreia do Norte, tratado como um país pacífico, e contra os EUA e seu “fantoche”, a Coreia do Sul. Acho que até os comunas norte-coreanos ficariam corados e diriam: “Também não precisa exagerar…” Atenção! Solidarizam-se com o texto e o assinam também o PT, o PSB, a CUT e o UNE. Leiam:

A escalada da tensão na Península Coreana, com a participação direta dos Estados Unidos, tem aumentado a pressão e a preocupação com um possível conflito internacional, apesar dos pedidos reiterados por diálogo enquanto a Coreia do Sul, apoiada pelos EUA, toma medidas belicistas.

Neste contexto, movimentos e partidos brasileiros que lutam contra o imperialismo belicista e pela manutenção da paz e da soberania das nações enviaram a seguinte declaração à embaixada da Coreia Popular:

Senhor Embaixador da República Popular e Democrática da Coreia;

A campanha de uma guerra nuclear desenvolvida pelos Estados Unidos contra a República Democrática Popular da Coreia passou dos limites e chegou à perigosa fase de combate real.

Apesar de repetidos avisos da RDP da Coréia, os Estados Unidos tem enviado para a Coréia do Sul os bombardeios nucleares estratégicos B-52 e, em seguida, outros meios sofisticados como aeronaves Stealth B-2, dentre outras armas.

Os exercícios com esses bombardeios contra a RDP da Coréia são ações que servem para desafiar e provocar uma reação nunca antes vista e torna a situação intolerável.

As atuais situações criadas na península coreana e as maquinações de guerra nuclear dos EUA e sua fantoche aliada Coréia do Sul além de seus parceiros que ameaçam a paz no mundo e da região, nos levam a afirmar:

1. Nosso total, irrestrito e absoluto apoio e solidariedade à luta do povo coreano para defender a soberania e a dignidade nacional do país;

2. Lutaremos para que o mundo se mobilize para que os Estados Unidos e Coréia do Sul devem cessar imediatamente os exercícios de guerra nuclear contra a RDP da Coréia;

3. Incentivaremos a humanidade e os povos progressistas de todo o mundo e que se opõem a guerra, que se manifestem com o objetivo de manter a Paz contra a coerção e as arbitrariedades do terrorismo dos EUA.

Conscientes de estarmos contribuindo e promovendo um ato de fé revolucionária pela paz mundial, as entidades abaixo manifestam esse apoio e solidariedade.

Brasília, 02 de abril de 2013.
PCdoB, PT, PSB, Cebrapaz, CUT, MST, MDD, UJS, UNE, Unegro, Unipop, CDRI, CDR/DF, MPS, CMP, CPB, Telesur, TV Comunitária de Brasília, Jornal Revolução Socialista.

Encerro
Kim Jong-un precisava de alguém que o compreendesse. Encontrou os esquerdistas brasileiros que mamam nas tetas do estado, mas conservam intacta a alma revolucionária.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s